Páginas

sábado, 2 de dezembro de 2017

Cachoeira do Prata - Chapada dos Veadeiros x Tocantins



Cachoeira do Prata - Chapada dos Veadeiros x Tocantins


Leia também:
Em breve (2017):
Chapada dos Veadeiros - Catarata do Couros


Este artigo é organizado nas seguintes seções:
Informações Gerais: Nesta seção falamos o básico do passeio pra você se decidir rapidamente se quer ou não saber mais a respeito do passeio.
Atrativos: Pequenos spoilers com um resumo de todos os atrativo deste passeio com informações básicas sobre eles.
Como chegar, informações da estrada e pontos importantes pra conseguir realizar a trilha, nesta seção.
Aspectos Técnicos da Trilha: Principais informações para você saber o que vai enfrentar neste passeio
Descritivo da Trilha: Um guia textual para você ler e ter uma ideia do que vai enfrentar durante a trilha
Logística - como chegar: Todas as direções para este ermo local.
Pernoite:  Onde dormir para fazer este passeio?
Preços e Gastos: durante este passeio.
Dicas e Complementos: As especificidades da trilha e dicas importantes ficam nesta seção.
Mapas e Pontos: Se chegou até aqui, é porque está prestes a botar mãos à obra.  Estude o mapa, baixe-o para seu GPS, consulte o diagrama de desníveis e imprima nossa tabela de pontos!
Fotos e Vídeos: Uma seção com spoiler do que você vai ver em seu passeio. Fotos e vídeos da trilha e atrativos.


Complexo Rio do Prata  e Rei do Pratanoun_547207_70C041.png
Base: Cavalcante
Logísticanoun_555119_C82606.png
Trilhanoun_555119_F38F19.png
Tempo sugerido
Preço
61kmjipe_min.png
13km
1 dia
Grátis[1]
Atrativos:cachoeira_min.pngcachoeira_min.pngcachoeira_min.png cachoeira_min.png cachoeira_min.png
São várias quedas interessantes nesta trilha até chegar a maiorzona: Rei do Prata.
Alguns dizem que são 7 quedas, nós pasamos por 5 , contando o Reio do Prata.

Trilha ótima e rio muito agradável!
Local com nenhuma sinalização. Sem GPS é bem complicado. Leve-o!

Observações:
[1] - Os fazendeiros-locais eventualmente podem cobrar alguma taxa. Mas é bem barato. Em 2016 nos cobraram R$10,00 para pernoitar na região e visitar as cachoeiras.
Pontos chave:
*Sem estrutura
*Estrada de terra longa
*Sem sinalização


Atrativoscachoeira_min.png
Para saber o significado dos ícones e suas cores, clique aqui.

O complexo do Rio do Prata é uma trilha que margeia uma bela região do leito do Rio do Prata, na divisa de Tocantins com Goiás. A trilha fica em propriedade particular, mas é aberta a visitação (pode ser cobrada uma taxa). Durante a trilha, vão se conhecendo várias quedas nesse rio, até chegar na maior delas no fim da trilha (acessível) : Cachoeira Rei do Prata.
Trilha de ataque.

Cachoeiras Rio do Prata: Curiosamente, as 3 primeiras cachoeiras que se passa pela trilha (denominamos aqui de Cachoeira Rio do Prata I , II e III) tem algumas características semelhantes: as 3 são “laterais” , caem numa parede lateral ao rio, não são altas, mas são largas, “espalhadas”, e possuem um poço estreito (largura) e comprido (comprimento), como se verá nas fotos. A Cachoeira Rio da Prata IV é uma menorzinha, a menor delas, mas com o maior poço, e mais tranquilo.

Finalmente a Cachoeira Rei do Prata, mais forte delas e também com o maior poço dentre as 5 (passeio todo).
Cachoeira Rio do Prata I

Queda lateral, tamanho médio, bem agradável de se ficar. Fica no comecinho da trilha, ao lado do carro, praticamente.


Altura
Poço
Vazão
Nadabilidade
Ficabilidade
Acesso
Incidência de Sol
4m
Pequeno e raso
Média
noun_555119_F38F19.png
noun_555119_70C041.png
noun_555119_70C041.png
noun_555119_70C041.png
Cachoeira Rio do Prata II


Tem aspecto bem semelhante à Cachoeira Prata I, mas fica na parede inversa. O Jeitão da queda é parecido, cai pela lateral, bem espalhada e com bastante água, com um poço comprido e estreito. Não é fundo
Altura
Poço
Vazão
Nadabilidade
Ficabilidade
Acesso
Incidência de Sol
4m
Pequeno e raso
Média
noun_555119_F38F19.png
noun_555119_F38F19.png
noun_555119_70C041.png
noun_555119_70C041.png
Cachoeira Rio do Prata III

Essa cachoeira se alcança, subindo pelo leito do rio a partir da Cachoeira Prata II, a única que fica mais fora da trilha, dentre as 5 daqui. Também é uma cachoeira lateral, com menos vazão perceptível do que a Prata I e II mas curiosamente com um poço mais fundo, apesar de também estreito, como em I e II.
Altura
Poço
Vazão
Nadabilidade
Ficabilidade
Acesso
Incidência de Sol
4m
Pequeno
Média
noun_555119_70C041.png
noun_555119_F38F19.png
noun_555119_F38F19.png
noun_555119_70C041.png
Cachoeira Rio do Prata IV

A mais diferentona das 4 Pratas, mas a mais simplezinha também. Só que local bem amplo e agradável pra nadar no poço e tomar banho de sol. Queda bem pequena, mas poço mais tranquilo e fácil de entrar de todas as 4 pratas.
Altura
Poço
Vazão
Nadabilidade
Ficabilidade
Acesso
Incidência de Sol
1m
Médio
Pequena
noun_555119_70C041.png
noun_555119_70C041.png
noun_555119_70C041.png
noun_555119_70C041.png
Cachoeira Rei do Prata

A última acessível da trilha, fica mais afastada das 4 Pratas. A altura não é maior do que as do Rio Prata, mas como está concentrada em um ponto cai com uma vazão muito forte, dificultando até ficar debaixo dela. O poço tem uma parte rasa, mas logo fica bem fundo, inclusive na parte esquerda do poço não é possível ver o solo do poço. Tem alguns pontos pra se pular na lateral direita do poço. Local muito agradável.
Altura
Poço
Vazão
Nadabilidade
Ficabilidade
Acesso
Incidência de Sol
4m
Médio
Forte
noun_555119_70C041.png
noun_555119_70C041.png
noun_555119_70C041.png
noun_555119_70C041.png


Aspectos técnicos da trilha
A trilha para conhecer as 4 Pratas e o Rei da Prata é uma só. Todas as cachoeiras são alcançadas por esta trilha. Apenas a Prata III não fica visível através da trilha, é preciso subir um pouco pelo leito do rio até alcançá-la.

Para saber o significado dos ícones e suas cores, clique aqui.
 Distância (ida e volta)
16km
noun_892141_F38F19.png Tempo sugerido (ida e volta)
6h
Dificuldade física
Leve. Não tem grandes obstáculos físicos.
noun_981885_F38F19.pngDificuldade técnica
Média : apesar de bem marcada, não tem sinalização. Dá pra perder o rastro da trilha em alguns pontos.
Sinalização
Ruim: Não tem sinalização nenhuma
Estado de conservação da trilha
Boa - trilha bem marcada. Há bifurcações que podem confundir, entretanto.
Desnível acumulado descendente
Leve: 263m (só ida)
Desnível acumulado ascendente
Leve: 91m (só ida)
noun_237770_70C041.pngÁgua durante a trilha
*Abundante
*Maior trecho sem água: 2km.
noun_863478_C82606.png Sombra durante a trilha
Sem sombra por quase toda a trilha.
Pernoite
*Local sem estrutura nenhuma.
*É possível pernoitar na boca da trilha, próximo à fazendas.
Gasto durante a trilha
Pode sair de graça ou as vezes os fazendeiros da região cobram alguma taxa para pernoitar ou cuidar do carro. Esta região está em vias de começar a cobrar oficialmente.
Entrada controlada
A entrada não é controlada atualmente (ref: 2016)
Estacionamento:
*Não há estacionamento oficial.
*Há espaço para parar o carro na boca da trilha.



Descritivo da Trilhanoun_81057.png
Dica: Nesta seção há links com fotos, é só clicar nos sublinhados.

Obs: os tempos de cada trecho consideram um tempo sugerido apenas para a trilha entre os pontos (não conta os tempos sugeridos para ficar em cada atrativo).

O início da trilha pode ser um pouco confuso e fácil de errar e perder a trilha. No pior dos casos você pode seguir a direção do rio, porque sempre fica bem próximo dele mesmo, mas se sair fora da trilha vai demorar muito mais tempo, encarando mato seco e que as vezes incomoda. ALguns pontos podem ser dificeis de atravessar também, com alturas consideráveis, se estiver fora da trilha. Para evitar perder o rastro da trilha, siga as orientações a seguir:

Parte 1 - Ponto de pernoite (estacionamento) ➤ Fazenda do Prata ➤ Cachoeira Prata IV  2km - 30min
Entre na fazenda (pelo menos até quando fomos, 2016, eles permitiam a passagem (a pé)). Entre na fazenda e siga pela estrada principal, conforme o mapa. Você vai passar vazado, batido, sem conhecer as Cachoeiras Prata I, II e III ainda (calma! Na volta você vai passar por elas) até chegar na pacata (e menor do passeio) Cachoeira do Prata IV. Queda bem pequena, mas poço agradável. Faça uma pequena pausinha nessa cachu, volte para a trilha, e siga viagem para o Rei do Prata.

Parte 2 - Cachoeira Prata IV ➤ Cachoeira Rei do Prata 4km - 1h
Agora é seguir sem erro, em direção à Cachoeira Rei do Prata. Entre Cachoeira Prata IV e Rei do PRata não tem nenhuma cachoeira oficial, mas a trilha é tranquila. Chegue tranquilo à Rei do Prata e curta bastante a principal atração dessa trilha!

A Volta
Parte 1 - Cachoeira Rei do Prata ➤ Cachoeira Prata II ➤ Cachoeira Prata III - 5,70km - 1h30min
Comece voltando por onde veio. São 5,30km até a bifurcação para mudar de trilha, e conhecer as outras Cachoeiras que você pulou na ida. Atenção também ao km 3,70 (da volta), pois na volta esse ponto tem uma bifurcação onde a continuação da trilha engana muito, pois a trilha continua pela secundária (se você for sem atenção, vai ficar a direita vai acabar seguindo por uma estrada bem marcada, mas que sai fora de todas as cachoeiras, chega no carro, mas da volta, e sem atrativos. Então, atenção ao km 3,70 (contando na volta!) - tem que virar à esquerda (ponto marcado no mapa).

Depois de chegar na Prata II, deça um pouco o leito do rio até encontrar a Prata III, ficam distantes uma da outra por apenas 100m!

Visitou a Prata III? Agora volte para a Prata II e siga “reto” (trecho de volta diferente da ida, a partir daqui).

Parte 2 - Cachoeira Prata II ➤ Cachoeira Prata I - Ponto de pernoite (estacionamento) - 1km 20min
Esse trecho é o mais “ralo” da trilha, não é mjuito batido, e pode se perder um pouco. No pior dos casos, volte para Prata II e volte por onde veio (ida). Mas é que por esse trecho mais ralo você vai passar pela Prata I, pra dar um belo banho de despedida e voltar revigorado para Alto Paráiso, vale a pena!


Logística - Como chegar - De Brasília à base da trilha do Rei da Prata
Dica: Nesta seção há links com fotos, é só clicar nos sublinhados.
Não existem conduções públicas até essa cachoeira, ela fica em um lugar bem remoto e isolado. A melhor forma de chegar aqui é alugando um carro em Brasília.
noun_70.png
Brasília → Cavalcante noun_555119_70C041.png~331km / 4h30min - 5h30min / carro
A primeira parte desse trecho é de Brasilia até Alto Paraíso, estrada em excelentes condições e com mutia retas. (ref: set-2016)

A segunda parte é de Alto Paraíso até Cavalcante, estrada também asfaltada , em boas condições, com sinalização.

4x4_mini.png
Cavalcante → Base da Trilhanoun_555119_F38F19.png53km / 2h30min / carro
Trecho de Estrada toda de terra, cansativa, muito trepidada mas dá pra ir de carro comum. (ref: set-2016)
*Não há trechos terríveis, não passa por água. Só é cansativo.
*Sem sinalização.
*Precisa de GPS sob pena de passar direto pro Tocantins sem perceber.

Descritivo:
Saindo de Cavalcante, a estrada de terra começa indo na mesma direção para a Cachoeira Santa Bárbara. Então, se não souber nem por onde começar, comece perguntando pela Cachoeira Santa Bárbara. Após quase 20km (um pouquinho menos) você irá passar pela bifurcação que separa os caminhos de Santa Bárbara e Rio do Prata. Se for para a direita, é Santa Bárbara. Siga à esquerda para ir para o Rio do Prata.

O caminho ainda é longo, mas (quase) sem erro. Após essa bifurcação, você vai seguir mais 38km de estrada de terra sem erro, só seguir pela principal por 38km. A estrada até que é razoável, mas com muita trepidação, o que pode cansar um pouco, e pode evitar em alguns momentos de desenvolver uma boa velocidade.

Com isso, muito cuidado para não passar batido pela segunda bifurcação, que é MUITO fácil de errar. Após aproximadamente 38km (um pouquinho menos já fique alerta) você irá passar por uma ponte, onde há á esquerda uma placa de “Não jogue lixo” (é a única boa referência que achei por esse ponto). Logo depois dessa ponte com essa placa, apenas 400 metros após isso, você deverá virar à direita , em uma estradinha de terra secundária, bem estreita, que serve para os locais. Essa estradinha é bem estreita e pouco usada, mas confie que é aí mesmo.

Nessa estradinha secundária, porém, são apenas mais 2km apenas. Você ira chegar no ponto como o desta foto.

Note no mapa que há outros pontos de secundárias, que também servem.

Cuidado para não perder  a bifurcação para a secundária, caso contrário vai passar direto para Tocantins e só vai descobrir mjuito quilometros adiante, pois o local é deserto e não há placas!

Não confie no GPS do Google Earth. Ouvimos casos de pessoas que confiaram no ponto informado pelo Google e não deu certo!

Saindo da Cachoeira Santa Bárbara (Kalunga)
Uma boa alternativa para fazer o passeio até o Rio do Prata é conjugá-lo com a visita à Cachoeira Santa Bárbara. Isso porque os 20km iniciais da estrada de terra são comuns aos dois destinos (Santa Bárbara e Rio do Prata). Um exemplo (foi o que fizemos):

Saia de Cavalcante cedo para conhecer a Santa Bárbara (e secundárias em Kalunga). Conheça o local tranquilo, almoce em Kalunga e logo depois do almoço parta direto para o Rio do Prata.

Você irá chegar tranquilo antes do sol se por ao ponto base. Lá é possível montar a barraca e dormir tranquilo para conhecer o rio do Prata no outro dia. A grande vantagem é que você irá pernoitar na boca da trilha e conhecer todas as cachoeiras da trilha com muita tranquiidade. É muito melhor fazer isso do que ir, conhecer as cachoeiras e voltar, já que são 60km de estrada de terra, o que ir e voltar num dia só ficaria bem pesado.




Pontos críticos da logística e trilha - não esquecer

km
Descrição do ponto
Logística
20,00
Bifurcação que divide estrada Santa Bárbara (direita) e Rei do Prata (esquerda)
59,00
Ponte e Placa de Não Jogue lixo - após 400m, bifurcação à direita! (estrada secundária)
Trilha
0,23
Bifurcação - Esquerda →  Prata II e III - Direita →  direto para Prata IV (melhor na ida)
3,70
Quilometragem volta - Bifurcação escondida (é muito fácil passar batido por essa na volta, atenção!)
5,90
Quilometragem volta - A partir desse ponto a trilha é meio rala. Muita atenção na direção (faltam só 800m pra chegar ao final da trilha)



Pernoite na região do Rio do Prata
A vantagem de se pernoitar na região do Rio do Prata é que você poderá fazer a trilha com bastante tempo curtindo cada uma delas, podendo voltar à Alto Paraíso logo após a trilha e chegar ainda com sol na cidade!

Mas tenha em mente:
  • Não há nenhuma estrutura no ponto onde se pode pernoitar.
  • O ponto onde “tradicionalmente” se pernoita é na boca de uma fazenda, então, no pior dos casos, é possível pedir “socorro” a algum fazendeiro, mas não é garantido que haverá alguém lá, então não conte com isso.
  • Quando estivemos lá, fomos abordados pelo fazendeiro local, ele disse que poderíamos pernoitar ali ao lado da fazenda pagando uma taxa de R$10,00. Foi bem tranquilo e amigável.
  • O fazendeiro comentou que em breve haverá estrutura para visitantes. É possível que em breve seja possível pernoitar dentro da fazenda (já havia construções sendo feitas).
  • O lugar é deserto. Quando estive lá não havia absolutamente mais ninguém. Leve sua comida!


Preços - Gastos para este passeio
R$10,00
O gasto que há com esse passeio é , no máximo, algo por volta de R$10,00, se acontecer de os locais te cobrarem para pernoitar próximo a cachoeira e visitar as cachoeiras que passam dentro de propriedade particular. Pode ser que nem seja cobrada entrada.
Encha o tanque em Cavalcante

Referência: Set-2016.


Dicas e Complementos
  • Muita atenção para não perder a bifurcação que sai da estrada de terra principal e entra na secundária, para chegar à base da trilha. Não há nenhuma placa e se passar batido vai ir direot pra Tocantins sem nem perceber! O lugar é ermo, não há placas, você só vai descobrir se perguntar a alguém. Caso contrário vai chegar em Palmas  muitos e muitos quilometros depois:)
  • É muito recomendado um GPS.
  • Não confie no GPS do Google Earth para chegar a essa cachoeira. Quanto estive nessa cachoeira, ao ir embora, cruzei com 2 casais que disseram que se perderam porque o GPS do Google Earth não informou a entrada corretamente, o casal seguiu direto para o Tocantins e só percebeu muitas horas depois, tendo perdido grande parte do dia na estrada de terra.
  • Uma ótima pedida é fazer um combinado desta empreitada com o dia anterior (ou posterior) para conhecer a Cachoeira Santa Bárbara, já que uma parte da estrada de terra é comum até Cavalcante. (nós fizemos isso!)
  • Reserve um tempinho para este passeio. São 60km de estrada de terra e, apesar que dá pra fazer com carro comum, a estrada é bem trepidada, não necessariamente você conseguirá ir muito rápido.
  • Se for pernoitar na região do Rio do Prata, leve sua comida e não conte com apoio das fazendas (apesar de que o ponto onde se pernoita é ao lado da fazenda).
  • A trilha tem alguns pontos que dá pra perder o rastro. Um GPS é muito recomendado.


Mapas e Pontos
Dica: No mapa, em alguns pontos, há fotos. Clique e veja.
Legenda:
Linha rosa : trilha - ida
Linha vermelha : trilha - volta
Linha azul : Rio do Prata (referência)
Linha marrom : trecho alternativo - se faltar gás - atalho
Linha laranja : estrada de terra de Cavalcante até base da trilha
Downloads:


Fotos e Vídeos


Estrada e Logística
Placa de "Não jogue lixo", 400m antes da entrada na estrada secundária - ponto crítico!

Ponte, junto a placa de não jogue lixo, 400m antes da entrada na estrada secundária, atenção!


Ponto de pernoite (estacionamento) - na boca da fazenda, perto do início da trilha

Ponto de pernoite (estacionamento) - sem estrutura



Trilha

Aspecto da trilha entre Rei do Prata e Prata IV


Visão para baixo do Rei do Prata (inexplorado) - rio segue forte

Quedas intermediárias, próximo ao Rei do Prata



Cachoeiras
Cachoeira Prata I - fica bem no comecinho da trilha (de um dos trechos, depende de qual você começa)

Cachoeira Rei do Prata - no fim da trilha - última a ser conhecida



Cachoeira Rei do Prata

Poço da Cachoeira Rei do Prata, vista de cima (bem acima da queda, por onde se chega nela)

Cachoeira Rei do Prata

Cachoeira Rei do Prata - queda

Parte rasa do poço do Rei do Prata


Cachoeira Rei do Prata -com grande parte do poço

Cachoeira Prata IV - poço tranquilo

Visão da Cachoeira Prata IV

Cachoeira Prata IV

Poço da Cachoeira Prata IV



Cachoeira do Prata - com pedras laterais a direita (dá pra pular legal)

Cachoeira Prata II

Cachoeira Prata II


Cachoeira Prata II

Cachoeira Prata III

Cachoeira Prata III



Nenhum comentário:

Os Caçadores de Cachoeiras

Os Caçadores de Cachoeiras