Páginas

domingo, 25 de novembro de 2012

Cordillera Blanca, Peru - Parte 1



Cordillera Blanca, Ancash, Peru
Huaraz, Peru


Leia também:
Parte 2 - Laguna 69, Huaraz

Parte 3- Laguna Wilcacocha (em breve)
Parte 4 - Laguna Churup (em breve)

Este post é o primeiro de uma série de 4, que juntos vão formar um artigo sobre trilhas e atrativos na área da Cordillera Blanca, em Ancash no Peru.

O objetivo deste post é ser o mais completo artigo direcionado para trilheiros que desejam fazer a sua primeira visita para esta região.

Neste primeiro artigo daremos uma visão geral da Cordillera e pontos importantes para iniciar as trilhas. Além disso listamos quais são os atrativos mais importantes dessa região assim como uma lista de roteiros possíveis para se fazer na região.

Nas segunda e terceira partes citamos duas trilhas de 1 dia dentro dessa região.

1.Introdução
2.Glossário
3.Cordillera Blanca x Cordillera Negra
4.Huaraz
5.Parque Nacional de Huascarán
6.Como chegar
7.Onde ficar
8.Planejando o seu Trekking em Huaraz
-o Mal de altura (Soroche)
-Quanto tempo ficar em Huaraz?
9.Lista de Atrativos
10.Lista de Trilhas (Quebradas)
11.Combos (Roteiros)
12.Mapa
13.Super FAQ
14.Dicas
15.Fontes

Introdução
A Cordillera Blanca é um destino para os amantes do trekking e escalada e fica na parte central-norte do Peru.

Glossário

  • Quebrada : Trekking, em espanhol Peruano.
  • Departamento : estado provincial, em espanhol Peruano.
  • Ancash : departamento Peruano onde se encontra a quase totalidade da Cordillera Blanca.
  • Cordillera Blanca: Maior cordilheira do Peru, onde estão situados os atrativos deste artigo.
  • Huaraz : Capital do Departamento de Ancash
  • Huascarán : O pico mais alto da Cordillera Blanca.
  • Parque Nacional de Huascarán : Parque que detém a totalidade da área da Cordillera Blanca
  • Callejón de Huaylas : Famoso vale formado pela Cordillera Blanca y Cordillera Negra
  • Soles , S/ : é a moeda Peruana. (não usam sinal de cifrão).
  • Soroche ou Mal de altitude: sintomas que você pode ter ao fazer trilhas na região. (que tem uma alta altitude)

Cordillera Blanca x Cordillera Negra
A Cordillera Blanca é a Cordilheira mais famosa dentro do território Peruano, que fica no departamento/estado de Ancash, um verdadeiro paraíso pra quem é amante de Trekkings. É por essa razão que o Parque Nacional de Huascarán e Huaraz se unem a este artigo como pontos focais de interesse.  (citados mais a frente)

Essa cordilheira oferece vários tipos de trekking, desde os mais simples até os mais complexos (trilhas com meio dia de duração até trilhas com 12 dias de duração).

Os principais atrativos dessa cordilheira são os nevados e as lagoas. Como há nevados e há lagoas, há varias cachoeiras por vários pontos - são apenas menos faladas, porque as lagoas e os nevados são impressionantes, e tomam conta da cena. Os esportes mais cogitados nessa região são o trekking e a escalada, mas é possível fazer outros também.

Apenas a título de curiosidade, essa cordilheira (a Branca) contém 16 picos com altitude maior do que 6000m e a Cordilheira detém o pico mais alto do Peru, o famoso Pico Huascarán, com 6768m de altitude, Pico que dá nome ao Parque Nacional. É também nessa cordilheira que se encontra o famoso Pico Alpamayo, não o mais alto, mas considerado uma das montanhas nevadas mais bonitas do mundo - provavelmente você já cansou de vê-las na vinhetinha da Paramount Movies - aquele monte nevado que aparece é o Alpamayo ;)

Além da Cordillera Blanca, temos, bem próximo, a Cordillera Negra que define o famoso Callejón de  Huaylas. O Callejón é um famoso vale formado por essas duas cordilheiras e acompanhado pelo Rio Santa Cruz.

A Cordillera Negra tem esse nome porque, ao contrário da Cordillera Blanca, não possui cumes nevados e, por essa razão, menos visitada. Não tem picos tão altos como a Blanca. Oferece alguns trekkings também.

Huaraz
Huaraz é uma média cidade que fica no departamento (estado, em espanhol peruano) de Ancash.

Huaraz é a capital do Departamento de Ancash e é a cidade tradicional porta de entrada para todos (ou quase) os trekkings a se fazer na Cordillera Blanca (apesar de não ser a única porta de entrada). Ela não é uma cidade bonita, pois foi totalmente destruída por um grande terremoto ocorrido no ano de 1970. Então dificlmente você vai encontrar pontos bonitos na cidade. As grandes atrações são suas trilhas no entorno.

Um ponto importante a se ter em mente sobre essa área e trekkings é que nem todos os trekkings tem ponto de início próximos entre si. Alguns deles exigem uma semi-viagem de Huaraz até o ponto inicial da Trilha. Então, dependendo de seu planejamento, pode ser que você chegue a conclusão que é melhor começar a viagem em outra cidade. Caso não tenha planejamento, escolha Huaraz, pois lá vai encontrar suporte para a trilha que seja. Além de vários albergues te darem suporte, você encontrará a Casa de Guias (excelente suporte oficial para trilhas) e também muitas agências que podem oferecer passeios e no mínimo te informar por onde você deve começar.

Começar em outras cidades é recomendado apenas se você já tiver um plano. Mesmo com um plano, pode ser que Huaraz seja o destino preferível - dependendo dos atrativos que escolher visitar.

Huaraz é a principal porta de entrada é porque se encontra exatamente no meio da linha que corta a Cordillera Blanca (veja no mapa-figura mais abaixo) e acabou se tornando a cidade mais preparada turisticamente pra atender todos os tipos de trekkeiros que vão visitar a cidade. Além de trekkings há também passeios guiados mais simples que são oferecidos na cidade.

Huaraz, como já dito, não é a única cidade que permeia a Cordillera Blanca. Ela é apenas a maior e mais importante (cidade com cerca de 140 mil habitantes).

Outras cidades que margeiam a Cordillera Blanca e que podem ser utilizadas como pontos de acesso para as trilhas são: Carhuaz, Caraz, Catac, Yungay - essas foram as que mais ouvi falar enquanto estive lá, mas existem outras.

Parque Nacional Huascarán

O Parque Nacional possui inúmeros atrativos e possui 4 portas de entrada, todas monitoradas pelo Governo Peruano. A sensação que se tem ao visitar o Parque em geral é que ele ainda não tem um mega suporte e uma grande estrutura, mas é organizado. Ao menos as Quebradas ( trilhas) mais famosas tem placas indicativas, não em todo o percurso, mas ao menos no início das trilhas.

A Cordillebra Blanca é protegida pelo Parque Nacional Huascarán, que possui 4 portas de acesso.
O Parque Nacional de Huascarán compreende a Cordillera Blanca por completo.

As entradas do Parque possuem portarias e demandam pagamento de taxa.
A taxa de entrada no parque pode ser de 2 tipos:

S/5 (5 soles ~ R$4,20) - Para trilhas de 1 dia - não se dorme dentro do parque
S/65 (65 soles =~ R$55,00) - Para trilhas que demandam dormir dentro do parque (no meio da trilha): dormir de 1 a 30 dias! (sim, o seu ingresso vale a té por 30 dias! Apesar de dificilmente alguém gastar mais de 15 dias fazendo trilhas em Huaraz de uma vez só...)

Se você for fazer trilhas de apenas 1 dia, vale a pena comprar o primeiro tipo de ingresso, portanto. Compre o segundo apenas se for fazer trilhas de mais de 1 dia. Obviamente, tente otimizar o preço: quanto mais dias de trilha melhor.

O mapa a seguir é uma excelente referência pra você entender a extensão da Cordilheira, do Parque nacional  e das cidades que “atendem” a Cordillera.

From Cordillera Blanca, Peru
Obs: apesar do mapa ter sido conseguido no site da wikipedia.


Como Chegar
Huaraz fica a 400km de Lima. Muitas empresas de ônibus fazem o trajeto de Lima para Huaraz, viagem que demora 8h. Nâo sabemos citar todas as empresas e quai delas são confiáveis ou não, mas podemos dar alguns exemplos.
Nós utilizamos a empresa Cruz del Sur, que oferece um serviço muito confiável e de alta qualidade (deve ser em geral um pouco mais cara que as outras também). No entanto, comparando com o Brasil, a passagem ainda é barata. De Lima a Peru pagamos S/55,00 (algo em torno R$46,00 (cotação do dólar estava a R$2,18 - $1,00 - consulte a cotação atual). Esse mesmo trajeto no Brasil sairia por volta de R$90,00 a R$100,00. ALém do mais o serviço inclui uma pequena refeição (um lanchinho) e os ônibus tem televisão. Você também recebe um travesseirinho e um edredon para a viagem.

Em Lima não existe uma rodoviária central, você deve ir para a agência da empresa pela qual vai viajar.
Em Huaraz é a mesma coisa. Você chega na agência da empresa que foi.

Um ponto importante a se dizer sobre a chegada em Huaraz é que você vai ser abordado por muitas pessoas querendo te acomodar em algum albergue. Cuidado com as ofertas. É muito aconselhável que você vá já sabendo onde vai ficar e se não souber, procure por conta própria (foi o que fiz). Não aceite as ofertas das pessoas que vão ficar te alfinetando na porta da rodoviária.

Onde Ficar
Huaraz é uma cidade com muitos albergues, hostales e casas familiares pra se ficar. Antes de chegar lá ouvimos falar bem de muitos lugares. Talvez seja dificil escolher.
Nós, particularmente, ficamos no Albergue Churup. Um albergue de alta qualidade, com preço bom. O preço, em tal época (outubro de 2012) foi S/28 (por volta de R$25,00) - quarto triplo, limpo, arrumado, com café da manhã bem servido (pão, manteiga,  geleia, frutas, suco e café com leite). Oferecem toalhas. Ponto importante é que houve banho 24h sempre. É porque ouvi muito em Huaraz sobre hostales e hosteis com água fria, as vezes.

O hostel também oferece passeios, mas fique atento. Os guias que atendem lá, apesar de muito gente boas e amáveis, as vezes não oferecem a melhor oferta. Antes de fechar passeios com eles, veja em outros lugares - principalmente na Casa de Guias, que sempre tem excelentes dicas.

O ponto ruim do albergue (o Churup) é sua ligação. É preciso caminhar cerca de 5 quarteirões para chegar a Plaza de Armas (centro) de Huaraz. É pouquinho, mas um pouco incômodo quando você precisa ir (frequentemente) ao centro.


Planejando o seu Trekking em Huaraz
O mal da altura (Soroche)
Vamos começar enfaticamente: O mal da altura não é frescura. Principalmente para brasileiros que não estão acostumados com altas altitudes (No Brasil podemos chegar no máximo a 2993m de altura acima do nível do mar - e isso só se você estiver no Pico da Neblina).

Mesmo que você seja alguém acostumado com exercícios físicos, seja jovem e tenha um excelente condicionamento físico, você pode sofrer o mal da altitude, pode acreditar nessa informação!

O mal de altitude basicamente é o seguinte: você está mais alto, onde o ar é mais rarefeito, logo o ar nessa região tem menos quantidade de oxigênio. Então, seus pulmões, puxando a mesma quantidade de ar, tem menos oxigênio. Seu corpo sentirá essa falta de oxigênio e te avisará isso através dos sintomas, que podem ser: (os mais comuns):

  • Dor de cabeça (1)
  • Náuseas ou perda de apetite (1)
  • Insonia (1)
  • Vertigem (1)
  • Cefaléia resistente a aspirina (2)
  • Vômitos (2)
  • Falta de ar em repouso (3)
  • Fadiga anormal (3)
  • Oligúria (falta de urina) (3)

Os mais comuns de serem sentidos são dor de cabeça e náuseas.  Os número entre parenteses são uma sugestão de “pontos” para cada um dos sintomas. De acordo com a pontuação que você estiver sentindo, segue uma orientação do que deve fazer:
1-3 pontos : Leve, considerado normal  → Tome uma aspirina aspirina ou paracetamol
4-6 pontos : Moderado, ainda está bem, mas alerta! → Tome uma aspirina, repouso e suspender subida
+ de 6 pontos Severo, alerta vermelho →  Suspender exercício imediatamente.

É muito importante saber que a tabela de pontos acima e as orientações são apenas orientações amadoras. Não é uma orientação médica profissional, é apenas para se ter uma ideia, para ter um parâmetro.

O mal de soroche pode acometer a qualquer pessoa, como dito. Pode ser que você dê sorte e não sinta absolutamente nada - provavelmente depende do seu metabolismo, de como o seu corpo reage, etc. Porém, no geral, as pessoas que não estão acostumadas a essa altitude irão sentir esse mal. Esteja preparado!

Em geral  comentam que 2 a 3 dias são suficientes para você se acostumar a altura e se prostrar a fazer trilhas maiores. (no meu caso, em 2 dias eu já estava acostumado)

Enquanto estiver fazendo sua trilha, seguem duas dicas muito simples e valiosas:

  1. Nunca corra. Vá com calma, encontre o seu ritmo de forma a não se exaurir.
  2. Tome bastante água, de pouquinho a pouquinho.

Quanto tempo ficar em Huaraz (ou cercanias)?
A resposta não é fixa, pois depende de quantas trilhas você quer fazer, mas dá pra fixar um mínimo de dias. No míiiiinimo seriam necessários 3 dias. Menos que isso você vai apenas ter dor de cabeça com o mal de soroche e não aproveitar nada. É claro que existe a chance de você não sofrer nada com a altura e conseguir fazer trilhas com menos de 3 dias, mas não vale a pena correr esse risco.
Com 3 dias você conseguiria fazer no mínimo a Laguna 69, que é nível médio e necessita de uma mínima aclimatação.

Já, quanto ao numero máximo, não se preocupe, tendo em mente que existem trilhas de até 12 dias de
duração, podemos afirmar que com 12 dias você ainda vai ter coisa pra fazer.

Se você não tem a mínima ideia de quanto tempo gostaria de ficar lá, nós sugerimos um número razoável: 5. Dá pra aclimitar e fazer no mínimo 2 passeios bem legais. Mas esteja certo: se você ler este artigo completamente, você vai saber calcular o seu próprio número ideal ;)


Lista de Atrativos
Nesta seção mostramos os atrativos mais famosos da Cordillera Blanca (importante: não citamos todos os atrativos. Com certeza existem atrativos que não ouvimos falar (por serem muitos, ou alguns por serem menores e menos conhecidos).

Separamos os atrativos por categoria, mostramos as características mais importantes de cada um e incluímos uma valiosa coluna, chamado Roteiros. Nessa coluna você pode verificar fazendo quais passeios pode conhecer tal atrativo: isso vai ajudá-lo a não fazer sobreposição de visita a atrativos, ex: Você contrata o passeio para a Laguna 69 e depois faz a Trilha Santa Cruz (mas na trilha Santa Cruz você também visita a Laguna 69. Então não vale a pena contratar esses 2 passeios. Seria melhor contratar apenas a Trilha Santa Cruz). Essa estratégia vale principalmente para as lagunas (que são os atrativos mais chamativos). Para o caso dos nevados, é fácil haver sobreposição, porque alguns nevados podem ser vistos de vários pontos e trekkings diferentes.

Os roteiros numerados são apresentados na próxima seção.

Assim, uma boa forma de ver se você escolheu bons passeios é verificar se você escolheu mais de um roteiro que atende a um mesmo atrativo (isso é um mal sinal). Ex: se você escolheu os roteiros 1; 3, você está repetindo o atrativo Laguna 69. Poderia cortar o roteiro 1!



Lagunas:

AtraçãoDimensões  (comp. x largura)Roteiros
Laguna Paron2360 x 4509
Laguna Viconga1600m x 600m14
Laguna Carhuacocha 1480m x 370m14
Laguna Llaguanuco1123m x 658m + 1350m x 485m1, 8, 12
Laguna Jantucocha1175m x 437m12
Laguna Jahuacocha1052m x 500m14
Laguna Llaca338m x 183m2
Laguna Churup835m x 420m10
Laguna Quesilococha 790m x 370m14
Laguna Solterococha 686m  x 470m14
Laguna 69516m x 255m8, 12
Laguna Wilkakocha65m x 50m3
Laguna Icchicocha?12
Laguna Aguak425m x 150m
Laguna Susucocha ?14
Laguna Garangacocha ?14
*As informações de dimensões das Lagunas foram retiradas via medição via foto de satélite pelo Google Earth. As que não foram calculadas é porque não foram encontradas no Google Earth.
As Lagunas em vermelho são as sugerias para acliamtação (apesar da Aguak parecer sem puxada e com pouca recompensa - laguna não tão bela assim).

Nevados:

AtrativoAltura (m)Roteiros
Nevado Siula Grande634414
Nevado Chacraraju61128, 12
Nevado Diablo del Mundo601714
Nevado Alpamayo594712
Nevado Rondoy587014
Nevado Taulliraju583012
Nevado Pisco57521, 8, 9, 12
Nevado Santa Cruz575012
Nevado Ninashanca560714
Nevado Cuyoc555014
Nevado Ishinca553011

*As informações de altura dos nevados foram obtidas através de pesquisas no Google. Pode haver erros, então a informação é apenas uma noção.

Outros atrativos:

AtrativoTipoRoteiros
Glaciar PastoruriGlaciar (a 5000m)4
Chavin de HuantarRuínas e museus5
Wilcahuain (ruínas)Ruínas Incas6, 7
Termales Monterreyáguas termais7
Termales Atuschancha águas termais



Lista de Trekkings (Roteiros)
Esta seção é um complemento da seção anterior. Nesta seção apresentamos algumas combinações de atrativos e opções pra você programar em sua viagem para Peru, na Cordillera Blanca. Como são muitos atrativos e Quebradas, existe uma grande quantidade de combinações para formar  trilhas. Abaixo nós damos apenas algumas sugestões, com base no que fizemos e com base no que pesquisamos antes e durante a viagem.

Pra você ter ideia da quantidade de combinações possíveis, olhe mais uma listinha básica aqui:
http://www.enriqueexpeditiontours.com/

Existem trekkings de até 24 dias!!!!!!!

RoteiroDuração (média)TipoAtrativosDificuldade
1-Laguna Llaguanucomeio diaTour-trilhaLaguna Llaguanuco (são 2)
2-Laguna LlacaTour-TrilhaLaguna Llaca
3-Laguna Wilkakochameio diaTrilhaLaguna Wilkakocha
4-Pastoruridia inteiroTourGlaciar Pastoruri, Raimundi, Pinturas Rupestres
5-Chavin de Huantardia inteiroTourLaguna Querococha, CHavin de Huantar
6-Wilkahuaindia inteiroTourRuínas Wilkahuain
7-Wilkahuain - Termales Monterreydia inteiroTrilhaRuinas Wilkahuain, Termales Monterrey
8-Laguna 69dia inteiroTrilhaLaguna Llaguanuco, Laguna 69, cachoeiras (2) e lagunas secundárias (2)
9-Laguna Parondia inteiroTour-TrilhaLaguna Paron
10-Laguna Churupdia inteiroTrilhaLaguna Churup, Lagunas secundárias (2), cachoeira (1), Laguna Churupita
11-Nevado Ishinca2 diasEscaladaNevado Ishinca (topo)
12-Santa Cruz3 a 5 diasTrilhaNevado Santa Cruz, Laguna Icchicocha, Laguna Jantucocha, Nevado Alpamayo, Nevado Taulliraju, Nevado Chacraraju, Laguna 69, Laguna Llaguanuco
13-Quilcayhuanca3 diasTrilhaLaguna Cuchillacocha, Laguna Tulllpacocha
14-Huayhuash8 a 12 diasTrilhaNevado Rondoy, Nevado Ninashanca, Laguna Carhuacocha, Laguna Garangacocha, Laguna Quesilococha, Nevado Siula Grande, Laguna Viconga, Termales Atushanca, Nevado Cuyoc, Laguna Susucocha, Nevado Diablo del Mundo, Laguna Jahuacocha, Laguna Solterococha



Melhor época para ir:
Entre maio e setembro é a melhor época para conhecer a região. É porque essa é a época em que menos chove e onde é mais provável de você ter belas visões (lembre-se que muitos dos atrativos são os nevados - os backgrounds. Se chover, você não vê nada). A pior é poca é entre novembro e março. (meses outubro e abril são coringas, voce pode dar sorte, mas pode dar azar).

Combos (Roteiros)
Talvez com tanta informação você não tenha a mínima ideia por onde começar ou o que visitar. Se for esse o caso, nesta seção sugerimos alguns combos (conjunto de trilhas) dependendo do número de dias que decidir ficar em Huaraz (ou cercania).

Combo Fast-Trekking - 4 dias em Huaraz (foi esse que nós fizemos)
Dia 1 - Trekking Laguna Wilkakocha - para aclimatação
Dia 2 - Trekking Laguna 69
Dia 3 - Tour Pastoruri
Dia 4 - Laguna Churup

Combo Tour-Trekking Light - 4 dias em Huaraz
Dia 1 - Trekking Laguna Wilkakocha - para aclimatação
Dia 2 - Trekking Laguna 69
Dia 3 - Tour Pastoruri
Dia 4 - Tour Chavin

Combo Trekking Standard - 5 dias em Huaraz
Dia 1 - Trekking Laguna Wilkakocha - para aclimatação
Dia 2 - Laguna Churup
Dias 3,4 e 5 - Trekking Santa Cruz

Combo 1 Day Trekking Only - 5 dias em Huaraz
Dia 1 - Trekking Laguna Wilkakocha - para aclimatação
Dia 2 - Trekking Laguna 69
Dia 3 - Tour Pastoruri
Dia 4 - Trekking Laguna Llaca
Dia 5 - Trekking Laguna Churup

Combo Trekking Standard + Histórico - 6 dias em Huaraz
Dia 1 - Trekking Laguna Wilkakocha - para aclimatação
Dia 2 - Trekking Laguna Churup
Dias 3,4 e 5 - Trekking Santa Cruz
Dia 6 - Tour Chavin

Se você vai ficar mais de 6 dias, pode pegar qualquer outra trilha. Não vai se arrepender. Nos combos acima colocamos de forma a você entender o que é mais tradicional. É claro que isso não impede que você os menos tradicionais.


Mapa
Note que, de forma grosseira, são 200km de extensão entre os atrativos mais distantes entre si e que Huaraz fica quase no ponto central dessa linha imaginária.

Obviamente não é mandatório que você fique em Huaraz mesmo porque provavelmente você não vai precisar visitar atrativos dos dois extremos. Mas, pelo dito, por Huaraz estar mais preparado, em geral essa cidade será seu provável destino de apoio.

View Pe.An.Cordillera Blanca in a larger map

<Link com o gpx>

Super FAQ
Eu consigo fazer alguma trilha sem ter que contratar guia?
Sim, várias. Dá pra fazer com transporte urbano. Só tenha em mente que tem que reservar mais tempo.

É arriscado fazer as trilhas sozinho lá em Huaraz?
Ouve-se rumores que as vezes alguma ou outra pode acontecer assalto. Quando estive lá, ouvi casos assim. Mas, no geral, pode-se fazer sozinho. É claro que sempre te aconselham contratar agência, guia ou táxi, porque eles querem dinheiro.

Quais atrativos eu consigo conhecer sem guia??
Virtualmente todos. Não é obrigatório contratar guia. Só que em alguns passeios a logística pode ficar complicada ou o passeio pode ser complexo (como por exemplo, o Santa Cruz, que é mais de um dia). Então tem como fazer todos os passeios por conta própria sim, desde que você se organize e saiba das dificuldades de cada passeio.

Em Huraz neva?
Na cidade não. Mas faz frio a noite! Leve blusas de frio :)

Mas nos arredores de Huaraz tem estações de esqui, certo? Eu quero esquiar lá!
Temo que não! Em Huaraz é pra trekking, escalada! Não há estações de esqui não!


Qual é mais bonita , a Laguna Churup ou a Laguna 69?
A Laguna 69 realmente tem a cor muuuito bonita e é a mais falada. Mas quer saber de uma coisa, a Laguna Churup não fica atrás. Nosso conselho? Visite as duas! Vale a pena :)

Isso quer dizer que todas as outras são menos bonitas?
Não! É que nós só visitamos essas 2, sobre o quais podemos falar com 100% de propriedade. Com certeza há muuuuitas outras estonteantes também. Apenas que essas 2 são 2 das mais faladas. Existem outras!

Pra ir no Glaciar Pastoruri precisa de roupas especiais?
Não. Dá pra ir com roupa normal.

Posso ir com roupa de frio normal então?
Não apela. Leve SEMPRE uma blusa de frio impermeável. Se a chuva te pegar em QUALQUER um dos trekkings em Huaraz, você estará em maus bocados: é sério.

Nossa... precisa de luvas  e gorro também então?
É recomendável.

Você disse que dá pra fazer todos os passeios por conta própria, inclusive o Pastoruri?
Olha, achamos que sim, mas de fato não verificamos. Só que ele fica tão longe de Huaraz que parece que não vale a pena fazer por conta própria. Essa lógica pode valer para outros passeios também (laguna 69 - 1 dia, por exemplo). Compare.

Vocês não vão dar detalhe de nenhuma trilha em específico??
Sim, para 3, que fomos as que fizemos de fato: Laguna 69, Laguna Churup e Laguna Wilkakocha (e falar um pouco do Pastoruri também) - isso sai nas partes 2 e 3 deste artigo (veja no início deste post).

Dá pra nadar nessas lagunas?
Dar dá. Só que elas são muito, eu repito, MUITO geladas. É praticamente o gelo que acabou de derreter. Dizem as más linguas que tem gente que nada, mas nós duvidamos que você consiga!

E nas cachoeiras dá?
Nope. Tudo gelado :o)

Qual o risco de chover nas trilhas?
De maio a outubro o risco é menor. Fora dessa época o risco é maior. Mas o risco sempre existe, independente do tamanho. Esteja preparado :)

Eu quero fazer trilhas de mais de 1 dia e tenho um saco de dormir que aguenta até 5 graus. Dá?
Não. De duas uma: ou compre uma saco de dormir mais potente (-10 graus Celsius é uma boa temperatura) ou alugue. A maioria das agências oferece aluguel de saco de dormir.

Eu vi algumas fotos dessas lagunas. As cores são estonteantes! Não tem photoshop ou efeito nessas fotos não?!
Não, acredite. As cores são essas mesmo! Vá e confira.

Mas sempre tá bonito daquele jeito??
Se estiver chovendo ou nublado é um pouquinho menos bonito mesmo. Com sol, fica que nem você vê nas fotos (obs: as fotos do post sobre a Laguna 69 foi num dia assombrosamente feio (e estava chuvoso)). Então aquilo é o “pior” que você vai ver. Aí está um bom nivelador: Post Laguna 69: em dia nublado. Post da Laguna Churup: dia de sol perfeito.

Ué, mas cade as fotos deste post?
Este post é só uma introdução sobre a Cordillera Blanca e tudo que você pode fazer por lá. Fotos do que nós tiramos estão nos posts 2 e 3 deste artigo ;)

Ah tá, visitei esses posts. Mas aqui, você tá de brincadeira, tem efeito nas fotos sim.
Tem não :) É real!

Porra! Por que ninguém divulga esses lugares hein?
Sei lá :o)

Dicas

  • Não se arrisque com a passagem de ônibus mais barata - vale a pena pagar um pouquinho por uma empresa de ônibus tradicional (Cruz del Sur é um exemplo, existem outras)
  • Quando chegar na rodoviária de Huaraz cuidado com as ofertas que as pessoas na porta da rodoviária te fizerem a respeito de hostels e hoteis. Não aceite! Procure você mesmo (no centro, por exemplo) ou melhor ainda: já chegue lá com o nome do albergue que vai ficar ou melhor ainda: com a reserva já feita!
  • Compre folhas de coca ou remedinhos. A dor de cabeça vai te atacar - quase certo!
  • Deixe sempre folhas de coca na sua mochila de ataque para as trilhas - é sempre bom!
  • Não faça uma trilha onde tem que subir acima de 4000m no primeiro dia : as chances de você ter dor de cabeça (inclusive literalmente) é bem alta. Aclimatize-se!
  • Menos de 3 dias em Huaraz não é uma boa ideia.
  • Para varios passeios é preciso se descolar muito de Huaraz, esteja preparado para algumas boas horas sentado em vans.
  • Se vai fazer só trekkings de 1 dia de duração, compre o ticket simples do parque!
  • Cuidado com os taxis em huaraz. Pegue apenas aqueles indicados pelo pessoal do seu albergue ou hotel!
  • Evite sair na rua em Huaraz após as 22h. A cidade é pequena, mas há assaltos as vezes - de noite pode ficar um pouco perigoso.
  • Consulte preços em várias agências - algumas podem te cobrar mais mesmo, te vendo a cara de turista - barganhe.
  • Se você não tem planejamento, escolha Huaraz. Mas se estiver planejamento, dependendo dos roteiros (hikkings) que escolher, cogite outras cidades no entorno também!
  • Se sair água fria no seu hostel. Vá na recepção e diga imediatamente. É que as vezes eles aplicam o golpe de deixar o sistema de calefação de água desligado. E só ligam se alguem reclamar. Quem não chora não mama ;)

Ficou alguma dúvida?!?! Mande via comentário ou facebook pra gente!


Em breve os posts 2 e 3 (Laguna Churup e Laguna 69)Fontes:
http://naturezaadentro.blogspot.com.br/
http://www.andeanexplorer.com
http://www.mochileiros.com/trekking-na-quebrada-santa-cruz-huaraz-peru-t36891.html
http://www.extremos.com.br/Roteiro/Huaraz/PDF/ROTEIRO-DE-AVENTURA-Huaraz-dupla.pdf
http://www.expedicaoandandoporai.com
http://www.enriqueexpeditiontours.com/
*As informações de altura dos nevados foram através de pesquisas no google.
*As informações de dimensões das Lagunas foram retiradas via medição via foto de satélite pelo Google Earth.

8 comentários:

Anônimo disse...

Parabéns pelo belo roteiro elaborado e as ótimas dicas

Diego Bigliani Solamito disse...

Obrigado, e pela visita também!

um abraço

Gabriela Lima disse...

Sensacional esse artigo! Me ajudou muito! Eu vou esse mês e estava muito perdida kkk Você acha uma mulher viajar sozinha para essa região muito perigoso?

Unknown disse...

Show de bola a postagem! Parabéns!

Pona disse...

Olá, muito boas postagens e dicas, vai ajudar muito na nossa viagem para Huaraz! Gsotaria de saber o que vc acha, ir primeiro a Pastoruri ou a Laguna 69, que são os passeios que pretendemos fazer por lá! Muito obrigada
Paloma

A mendes disse...

Diego, tudo bem? Parabéns pelos dois posts sobre a Cordilheira Branca! Por acaso você não chegou a fazer os outros dois posts prometidos?

Diego Bigliani Solamito disse...

Olá A mendes,

postamos sim! Sò esse post aqui que ficou desatualizado sem os links mesmo!

Este aqui foi o ultimo que postamos (como prometido!) - os anteriores estão todos linkados no "leia também"
http://www.oscacadoresdecachoeiras.com.br/2012/12/laguna-churup-huaraz-peru.html

E se não achar algum post, não se esqueça de ir pelo mapa, que é muito útil! aqui:
http://www.oscacadoresdecachoeiras.com.br/p/lugares.html

Diego Bigliani Solamito disse...

Gabriela: pergunta dificil.
Depende muito do seu estilo.

Sabemos que infelizmente, pra mulher, sempre é um pouquinho mais dificil (no geral..)
Essa pergunta é muito pessoal.... faça passeios menores sozinha antes pra ver como se sai, depois você pensa em fazer passeios pro exterior (é o que penso)

Os Caçadores de Cachoeiras

Os Caçadores de Cachoeiras