Páginas

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Ilha Grande - Cachoeira e Praias - Visita I

Post dedicado a um pedacinho da Ilha Grande, no Rio de Janeiro. (cachoeiras e praias)




Ilha Grande, RJ
Vila Abraão
Cachoeira Feiticeira e Lopes Mendes - Nível Médio


Introdução
A Ilha Grande é uma Ilha com grandes preciosidades, várias trilhas e passeios diferentes, todos muito bem organizados (pelo menos os que fizemos). Atualmente, existe na Ilha, um Parque Estadual (desde 1971) que ocupa 62% da ilha. Essa presença é muito boa porque, por ser um lugar muito badalado (principalmente em fins de semana) é preciso que haja um controle lá dentro.

Não se paga nada para fazer as trilhas, conhecer as cachoeiras e praias da ilha, há muitas opções de pousadas, albergues e campings.

Atrações
     (deste passeio)

  • Aqueduto
  • Cachoeira da Feiticeira
  • Praia da Feiticeira
  • Praia de Camiranga
  • Saco do Céu (região)
  • Ruínas de Lazzareto
  • Praia Preta
  • Praia Abraãozinho
  • Enseada das Palmas
  • Praia dos Mangues
  • Praia Lopes Mendes


Estrutura
A Ilha Grande  não é um destino pra quem quer muita civilização ou muito conforto, o que não quer dizer que não oferece lugares confortáveis. Possui muitas pousadas e albergues e é, de certa forma, bem simples. É claro, não há cidades lá na ilha, são apenas vilas, com uma estrutura razoável.

Primeiro que não se vai com carros pra lá (não pode!) Os únicos carros são alguns caminhões, ambulâncias e viaturas-policiais.

Existem várias vilinhas lá na Ilha e neste passeio conhecemos apenas a Vila Abrãao, que é a mais famosa. Exitem outras, no entanto, como Araçatiba e Provetá. (você pode ir direto, de barco, para elas, também).

Existe comércio no local, nada sofisticado, contando com alguns mercados, farmácia, padaria, muitas lojas com souveniers etc. De fato, nem todos os lugares aceitam cartão de débito/crédito e muitos dos que aceitam cobram uma taxa adicional pelo serviço. Então, apesar que essa situação está mudando (natural), ainda é recomendável levar dinheiro vivo para a Ilha.

Não existem bancos lá.

Essa é a situação em janeiro de 2012.

Preços das Refeições
Os preços das refeições é razoável. Achei coisas bem em conta, há alguns restaurantes a quilo, algumas lanchonetes e alguns restaurantes mais requintados, se isso for seu desejo.


Onde Ficar
Em minha viagem fiquei no Albergue Studio Beach Hostel, com uma excelente localização e um bom serviço. Oferece um ótimo café da manhã, quartos e banheiros limpos. Paguei um preço d R$50,00 a diária.  (existiam outros albergues um pouco mais baratos e outros mais caros).

Existem muitas pousadas, albergues e alguns camping na Ilha. Vale a pena pesquisar. Não se esqueça de conferir a localização da sua pousada.

Logística
Atualmente existem 2 pontos principais onde você pode pegar uma balsa / barco para ir a Ilha Grande : Direto da cidade de Mangaratiba ou pelo distrito de Conceição de Jacareí, distrito de Mangaratiba, e é o local do continente mais próximo a ilha. A ida por Mangaratiba é a mais convencional e a que cabe mais gente.

Então, resumindo e organizando, há duas formas mais conhecidas de se ir a Ilha Grande:
(preços e horários você vê mais abaixo)

1) Via Mangaratiba
Rio de Janeiro - Mangaratiba :
Transporte: ônibus (horários e preços : a verificar). É bom que você pegue um ônibus para chegar a noite em Mangaratiba, pra não correr o risco de perder a balsa as 8 da manhã.

Mangaratiba - Vila Abraão:
Transporte : Balsa A balsa pode atrasar um pouquinho, mas não costuma atrasar. Não conte com isso!


Observações:
  • A volta é da mesma forma, mas só que ao contrário :o)
  • A balsa não costuma se atrasar. Chegue mais cedo!
  • Para as balsas, os preços no fim de semana são maiores que nos dias de semana
  • Não sabemos se você pode comprar a volta da balsa na própria ilha. Procure saber. Você já pode comprar a volta no continente. É mais garantido.
  • A viagem da balsa dura cerca de 1h40min.


Prós :
  • Horários não falham
  • Pouca chance de surpresas (atrasos, problemas, superlotação dos meios de condução).
  • Mais barato


Contra:
  • Demora mais.
  • A balsa só tem 1 horário por dia (Exceto na sexta-feira, que tem um horário extra de Mangaratiba para Ilha Grande, a noite).




2) Via Conceição de Jacareí
Rio de Janeiro - Vila Abraão : van + barco (horários das empresas particulares, barco saindo de Conceição do Jacareí)

Observações:
  • Nós não fizemos a ida, não sabemos se a venda é exatamente igual à volta da ilha.
  • Os horários e preços não são tão fixos como o da tradicional balsa de Mangaratiba, mas nós pagamos um valor de R$70,00 (trecho de volta, que compreende a viagem do barco até Conceição + a "van" de Conceição até a cidade do Rio de Janeiro).
  • A van estará esprando no continente pela chegada do barco.
  • Normalmente esses barcos saem do pier de madeira, fique atento, pois eles te chamam lá!


Prós:
  • Mais rápido.
  • Mais horários disponíveis


Contras:
  • Como são empresas particulares, as vezes fazem algumas gambiarras. Eu, por exemplo, comprei um pacote na ilha Grande, para voltar, onde você pegava um barco (saveiro) e lá uma "van" estaria te esperando. O barco atrasou um pouco, e chegando no continenten, a van eram na verdade alguns carros particulares pra levar as pessoas. Eu fui em 1, com 5 pessoas, sendo que todas estavam com bagagens. Fui esmagado no banco de passageiro eu e minha mala no colo - ridículo!


Fique de olho nas empresas gambiarra!


Ps: Você pode fazer um mix dos 2 também, fazendo a ida de um jeito e a volta de outro.
Nós recomendamos o jeito (1) - pois é o mais oficial e chances baixas de dar algum problema, além de ser mais barato.

Logística - Resumo


OrigemDestinoDistância (km)Tipo de TransportePreço (R$)Obs
Rio de JaneiroMangartiba102ônibus / van~R$30,00Empresa Expresso
MangaratibaIlha Grande22,8BarcaR$20,50 ou R$8,00R$8,00 é dia de semana
Rio de JaneiroConceição de Jacareí121ônibus / vanR$30,00empresas particulares
Conceição do JacareíIlha Grande12Saveiro / barcoR$40,00empresas particulares


Horários da Balsa (Mangaratiba - Ilha Grande - Mangaratiba):


OrigemDestinoQuandoHorárioPreço
MangaratibaIlha Grandedias de semana8:00R$8,50
MangaratibaIlha Grandesexta-feira22:00R$8,50
Ilha GrandeMangaratibatodos os dias17:00R$20,50
Obs: a respeito dos horários dos barcos saindo de Conceição do Jacareí, existem vários horários, mas só sabemos os horários de volta também (pois não vimos a ida). Horários que vimos, saindo de Ilha Grande às 13h, 15h, 17h.



FAQ
Eu vou de carro. A minha balsa leva ele até a Ilha?
Não. Pode-se preparar para usar suas perninhas na ilha. Se você está indo de carro, você deve deixá-lo em algum estacionamento na cidade que for pegar a balsa (Mangaratiba , Conceição de Jacareí, por exemplo). Nós só não sabemos o preço.

Eu sempre passo mal em passeios de barco! Eu vou vomitar na balsa?
Que pergunta complicadinha hein :), isso varia muito. Mas respondendo de forma física: O passeio não balança muito não, pelo menos quando fomos balançou só um pouquinho. Não vi ninguém vomitando :o) . Na volta, (voltamos de barco, e não de balsa) : uma menininha ficou vomitando o passeio todo! (tadinha!) e tadinho do Capitão também, que tinha que ficar limpando o chão do barco, hehehe. Enfim, passeio de barco é passeio de barco, mas o passeio é tranquilo!

Por que vocês não falaram do Pico do Papagaio? Essa trilha não é legal?
Só porque dessa vez não deu, mas queremos muito fazê-la. Pelo que obtivemos de informações ela não é complicada, apenas que tem muita subida e em época de chuva é recomendado não fazë-la, pra evitar riscos de deslize (aquele acidente no reveillon 2011 foi na ilha grande!) Mas fica de olho, que em breve a gente vai conquistar essa trilha!

Não tem um hotel luxuoso lá pra eu ficar não?
Ix.. acho que não =P. Mas pra que você quer isso?

Na Ilha Grande: Praia ou Cachoeira, qual vocês mais recomendam?
Apesar que cachoeira é a nossa praia, na Ilha Grande, as praias tem mais brilho que as cachoeiras mesmo. A Cachoeira Feiticeira é legalzinha, mas não é uma super cachoeira. Recomendamos muito conhecê-la. Mas achamos que as praias ganham. E em Top 1 ficou a Lopes Mendes mesmo.

Mas Lopes Mendes é tudo isso que dizem mesmo? E por ser tão famosa, não fica lotada e farofada?
Olha, ela é tudo isso mesmo. Muito bonita. E grande, e com muita areia, e limpa. Como não é permitido comércio, nem residências e nem barcos nessa praia : não, a farofa não existe!


Só da pra se hospedar na Vila Abraão?
Não, existem outras vilas na Ilha (Araçatiba, por exemplo) e existem pousadas e campings em outras praias mais isoladas (que nem chegam a ser vilas), como Enseada das Palmas , por exemlpo. A Vila do Abraão, no entanto, é a mais conhecida.

Eu posso comprar minha passagem da balsa adiantado?
Depende. Se você está falando da balsa que sai de Mangaratiba, a resposta é Não. Só dá pra comprar a entrada da balsa na hora (na verdade, 1 hora antes , as passagens ficam a venda). O Guichê fica ao lado do cais (no centro de Mangaratiba) e ele abre 1h antes da saída da balsa (sexta-feira, por exemplo, abre as 21h, e a balsa sai as 22h). Não temos certeza se no horário comum (8h da manhã o esquema é esse mesmo , de abrir 1h antes da saída, mas acreditamos que sim).

Periga de eu não conseguir lugar na balsa?
Na balsa cabem 1000 pessoas, mas acontece de ela lotar sim. Em feriados formam-se filas grandes pra entrar na balsa. mesmo assim, quando lota, eles costumam fazer uma balsa extra. De qualquer forma, não conte com a sorte. Se for feriado, chegue antes, tipo, umas 1h30min antes da saída da balsa.

Na Ilha tem outras cachoeiras ou é só a Cachoeira Feiticeira mesmo?
huuumn, boa pergunta! Sim, existe! Apesar que a maioria dos sites só fala da Feiticeira como sendo a maior da ilha, mas não é! Existe uma maior! Nós vamos deixar nos mistério, mas em breve a gente fala qual é ;)

Vocês vão fazer um post sobre as outras atrações da Ilha Grande?
Com 200% de certeza.

A Praia Saco do Céu é legal?
Péeee. Saco do Céu não é uma praia, é uma grande área formada por pequenas praias. Esse destino não é muito legal de se fazer via trilha (não tem nada demais lá). Pelo menos isso é o que nós achamos.

Precisa de guia pra fazer as trilhas?
Como nós só fizemos 2 principais (Feiticeira e Lopes Mendes) podemos (por enquanto) responder só por essas duas: não, não é necessário guia. As trilhas são muito bem sinalizadas e não são complicadas.

Tem alguma música em homenagem à Ilha Grande?
Tem, olha ela aí! http://www.youtube.com/watch?v=wKWvlJngPtQ

Roteiro
Breve Descrição
Neste roteiro sugerimos dois destinos clássicos da Ilha : A Cachoeira da Feiticeira e a Praia Lopes Mendes - sendo que você encontrará alguns sub-destinos pelo caminho. Esses dois destinos devem ser feitos em dias diferentes se você estiver ficando na Vila Abraão, pois eles seguem em sentidos contrários.
Os dois destinos são em trilhas em boas condições e sinalizadas (alguns pontos, porém, tem como se perder um pouco sim) e com bastante subida.

Atrações x Roteiro Macro
Obs: Citamos aqui apenas as atrações deste roteiro. A Ilha Grande tem muito mais, o que ficará para outra visita!


Roteiro Feiticeira + Ruínas (1 dia)
Atração Principal: Cachoeira da Feiticeira e Ruínas de Lazzareto
Atrações coadjuvantes : Aqueduto, Praia da Feiticeira, Praia de Camiranga, Saco do Céu e Praia Preta
Nível de dificuldade: médio
Distância total (ida e volta) : 17,48
Tempo em  trilha (ida e volta) :

Descrição da trilha:
A trilha começa na parte esquerda da praia de Abraão, onde a trilha começa bem sinalizada em direção a Saco do Céu.  Logo no começo você encontra uma bifurcação, onde se pegar a direita vai para As Ruinas de Lazzareto e Praia Preta. Seguindo para a esquerda você segue em direção a Praia da Feiticeira. Bem no começo você já confere o aqueduto, legal para uma foto e depois segue.

Grande parte da trilha é subida. A trilha até a Cachoeira é bem sinalizada, sem chances de erro.

Chega-se a uma bifurcação com uma placa, indicando que para a cachoeira, sobe-se a esquerda. Essa subida é bem puxadinha, mas dura pouco tempo. Em algum tempinho você já chegou a cachoeira. Depois, para continuar para as praias, você não precisa voltar por onde veio. Dá pra descer pela “trilha velha”, um pedaço da trilha onde fica uma clareira com uma descida bem inclinada.

Chegando lá embaixo,  fica o ponto que pode causar um pouco de confusão, devido a algumas placas ambíguas e outras meio apagadas. Veja mais detalhes sober essa placa no relato. Seguindo por baixo, vê-se indicações em 2 grandes pedras no meio da trilha.
Para a esquerda, você segue para a Praia da Feiticeira e para a direita para Saco do Céu.

Em Saco do Céu você encontra 2 belas praias de início, praias antes de se chegar na área de Saco do Céu, de fato. Lá, além dessas duas praias, nao tem muita coisa pra se ver, pelo menos não caminhando.

Depois, voltando, você segue pelo mesmo caminho que veio até quase o final, onde você vira para ver as Ruínas de Lazzareto e a Praia Preta (há placas).

Alternativa:
Verificar se no dia que você escolher existem taxi-boats que te levam de alguma das praias de volta para Vila Abraão. Eu só vi taxi-boats na praia da Feiticeira, nas outras não! Fique alerta.

Dificuldades deste roteiro/trilha:

  • Desnivel considerável.
  • Triângulo de encontro Cachoeira Feiticeira - Trilha Praia Feiticeira - Trilha Saco do Céu com placas ambíguas, meio apagadas.
  • Chegada à Saco do Céu meio “perdida” , justamente por Saco do Céu ser uma região grande, e não apenas um ponto.
Observações:
  • Se desejar chegar até os restaurantes de Saco do Céu, aumente uns 3km à distância total percorrida (nós não chegamos lá - olhe no mapa). Caso não deseje chegar até lá, diminua 3km, pois pode ter como destino final a Praia Camiranga.




Roteiro Lopes Mendes (1 dia)
Atração Principal : Praia Lopes Mendes
Atrações Coadjuvantes : Enseada das Palmas, Praia Abraãozinho, Praia dos Mangues
Nível de dificuldade: Médio
Distância Total (ida e volta): 14,76km
Tempo em trilha (ida e volta) :

A trilha par Lopes Mendes é bem puxada, com bastantes subidas e descidas do início ao fim. É bem definida e razoavelmente sinalizada. Em uma das praias não há placa indicando direito por onde seguir, mas como não tem muitos lados para se errar , é só ir seguindo a trilha ou a praia.

A Praia de Lopes Mendes não tem bares nem barracas, é totalmente deserta e talvez por isso ela seja tão especial. Pode-se fazer o passeio de barco (ida e volta, ou só um dos trechos), facilitando para os mais preguiçosos. Mas os barcos não chegam até a praia Lopes Mendes, chegam até a Praia anterio (a dos Mangues). Daí é preciso pegar o restinho da trilha (uns 20 minutos) até a Praia Lopes.

Alternativa: Ida e/ou volta de barco. Essa alternativa é muito conhecida e muito usada na Ilha.
Onde procurar: no centro da Vila Abraão procure por lojas que vendem passeios de barco.
Preço: R$15,00 (só ida ou só volta) até Praia dos Mangues.
Horários : a verificar. (tem vários)


Dificuldades deste roteiro/trilha:

  • Desnivel considerável.


Dicas

(dos 2 roteiros)
  • Saco do Céu não é uma praia, é uma área grande, portanto, não espere chegar num ponto clímax ao chegar lá.
  • Saco do Céu é um passeio mais legal de se fazer de barco. Chegar via trilha até lá não tem nada demais e a infra é pequena.
  • Ao invés de ir até o ponto que fomos de Saco do Céu (que não é muito atrativo) pode preferir chegar até a Praia de Camiranga, que é bonitinha e nem tão longe assim.
  • A Praia feiticeira é nodo folha da trilha. Pra ir pra Saco do Céu é preciso voltar um pouco e depois ir para o outro lado.
  • A melhor praia de todas as citadas no roteiro é sem sombra de dúvida a Lopes Mendes.
  • Leve água para as trilhas.
  • GPS não é imprescindível, mas pode ajudar na parte confusa perto da Cachoeira Feiticeira e na chegada de Saco do Céu também.

Mapa


Visualizar Br.Rj.Ilha Grande em um mapa maior





Dia 1 - Pontos Destino x Distância (ida e volta!)
PontoDistância percorrida (km)
Vila Abraão (Centro)0
Cachoeira Feiticeira3,60
Praia da Feiticeira4,89
Praia Caramiranga7,10
Ponte dos Mangues9,54
Ruinas de Lazzareto16,01
Praia Preta16,08
Vila Abraão17,48


Obs:
-Pontos azuis : pontos finais (i.e. tem que voltar pra continuar na trilha)
-Pontos vermelhos : volta da trilha.
-Como essa trilha possui idas e voltas por lugares diferentes, segue um link com todos os pontos discriminados (não colocamos aqui pra não confundir demais).
Pontos Trilha Feiticeira

Elevação Vila Abraão - Cachoeira Feiticeira
From Ilha Grande - Parte I

Dia 2 - Pontos Destino x Distância (só ida!) ida = volta


PontoDistância percorrida (km)
Vila Abraão (Centro)0
Praia Abraãozinho0,93
Enseada das Palmas3,88
Praia do Pouso5,93
Praia Lopes Mendes7,38


Elevação Vila Abraão - Enseada das Palmas
From Ilha Grande - Parte I

Elevação Enseada das Palmas - Lopes Mendes
From Ilha Grande - Parte I
Relato, Fotos e Vídeos



Dia 1 - Trilha da Feiticeira + Saco do Céu


Eu peguei a balsa da sexta feira as 22h, cheguei no centro de Mangaratiba cedo, porque estava lá depois do trabalho. Aproveitei comprei algumas coisas na venda da cidade e fiquei esperando perto do Cais, ansioso.

Infelizmente o dia estava bem chuvoso (choveu a tarde toda) e fiquei lá torcendo pra que pelo menos no domingo o sol desse o ar da graça dele. QUando deu 21h eu fui rápido pro guichê de venda de tickets.

Devido ao tempo, nem precisava de tanta ansiedade assim. A balsa estava vazia. As 22h05min ela saiu, com cerca de umas 20 pessoas.

Balsa - cabem 1000 pessoas!
From Ilha Grande - Parte I

A chuva tinha parado mas o tempo estava feio. Apesar disso a viagem foi tranquila, sem muitos solavancos, demorando cerca de 1h40min.  Chegando na Ilha, percebi que a Ilha estava bem cheia (foi na última semana de janeiro), apesar do tempo! A night tava de boa

Não passeei muito nesse dia pois estava cansado e queria acordar cedo pra ir para Lopes Mendes no outro dia.



Igreja na Vila Abraão
From Ilha Grande - Parte I

Vendo a previsão do tempo, eu cogitei que seria melhor trocar os meus roteiros ,fazendo A Feiticeira primeiro, pois achei que seria melhor guardar o melhor dia (haveria um pouco de sol no domingo) para Lopes Mendes que, como praia, precisa mais de sol do que uma cachoeira precisa, pra ficar mais bela (pelo menos é assim que acho =D)

Então no sábado acordei as 8h no Hostel, tomei um belo café da manhã e aproveitei sai rápido curtindo o momento não chuva apesar do tempo bem nublado.

A Vila, de manhã, estava vazia. Acho que o povão aproveitou o tempo ruim pra curtir a noite e dormir pela manhã.

Me informei sobre o começo da trilha, no centro de informações e comecei tranquilo. No começo existem boas placas indicativas e então fui trilha adentro.


From Ilha Grande - Parte I




De cara já me encontrei com um casal que estava de chinelo (já me deu uma dóoo... aquela trilha de subida e com aquele lamaçal todo, acho que eles não iam se divertir muito não =P) De acordo íamos subindo eles iam comentando de 5 em 5 minutos que a trilha era muito melhor do que a trilha para Lopes Mendes (eles tinham ido no dia anterior para lá) Mas eles conseguiram chegar apenas até a Enseada das Palmas (é a grande praia antes de Lopes Mendes). Segundo eles a trilha para Lopes era tão cansativa que era muuuito difícil chegar lá. Eles chegaram tão exaustos lá que, disseram, não tiveram forças para seguir até Lopes Mendes (faltando cerca de 1,8km).

Deu vontade de dizer: “também, pudera né meus filhos! Fazendo trilha de chinelo!” , mas me abstive com um simples “pô, que pena!” Logo percebi que a condição física deles nao era das mais excelentes, então eu já conseguia mais ou menos relativizar o quão difícil seriam as 2 trilhas. A cada passo, os comentários de que a trilha para Lopes era mais fácil começaram a rarear. Eu presumi que eles estavam chegando a conclusão que a dificuldade era mais ou menos a mesma.

Esqueci de dizer que antes de encontrar com o casal, passei pelo Aqueduto, que fica beeem no comecinho da trilha, logo depois pela passagem pelo rio no começo também (não é necessário molhar). As atrações (pelo menos as próximas à vila) possuem placas indicativas, como o aqueduto. 

Com 30 minutos de trilha eu já tinha deixado o casal pra trás - não era nada pessoal :), óbvio que não, mas o meu objetivo era chegar até Saco do Céu e eu sabia que eles não iam pra lá. Então eu tinha um mais longo caminho pla frente do que eles.

Além do mais, apesar que eu estava marcando meus passos no GPS, eu não tinha muita idéia do que viria para frente não, isto é, foi GPS no modo “marcar passado”, mas eu não tinha o futuro marcado, ficava a mercê das placas que aparecessem ;)

Depois de uma longa subida, cheguei numa bifurcação com uma placa em bom estado informando que: em frente seguia para as praias e subindo mais ainda para a cachoeira.

Placa - Bifurcação (ponto no mapa)
From Ilha Grande - Parte I

Subi num ritmo muito bom e essa parte toda da trilha não choveu. Apesar do tempo ruim e  que havia chovido antes, a lama não atrapalhou tanto assim. Sugiro ir de tênis (pois a trilha é inclinada) pois com tênis a lama não atrapalha nesse caso.

A placa dizia que mais 20 minutos eu estava na cachoeira, cheguei bem rápido lá, acho que em menos de 1h30min. Chegando na praia havia apenas uma pessoa la. Eis a vantagem de ir em dia chuvoso, as cachoeiras ficam vazias!


Cachoeira da Feiticeira
Altura: ~8m
Tipo : Queda livre
Poço : sim - pequeno
Ficabilidade debaixo da queda : boa!
Nota : 3

Cachoeira Feiticeira
From Ilha Grande - Parte I

Cheguei na cachoeira ainda na parte da manhã, o tempo estava chuvoso.
A Cachoeira Feiticeira não é muito alta, como podem ver, mas possui uma vazão relevante. Ela cai quase que direto e termina caindo numa pedra.


O poço é pequeno, portanto, deve-se tomar cuidado ao entrar nele. Como havia acabado de chover, o poço estava muito barroso o que dificultava ver as pedras no local. O jeito era ir tateando com os pés mesmo.

Cachoeira Feiticeira
From Ilha Grande - Parte I

Eu sempre fico imaginando o porquê dos nomes das cachoeiras, sempre que conheço uma. Essa eu não sei porque se chama assim, mas a queda me lembra longos cabelos brancos, veja como uma parte dele cai pela pedra direita :-D

Me faz lembrar a tempestade de X-Men (apesar que ela tinha cabelos curtos).Mas faz um certo sentido, né?

Cachoeira Feiticeira
From Ilha Grande - Parte I



Cachoeira Feiticeira
From Ilha Grande - Parte I
Cachoeira Feiticeira
From Ilha Grande - Parte I

Verifiquei se era possível subir para ver a queda de cima, e sim era. Tem uma trilhinha que leva até ali em cima, tranquilo (tem que atravessar e pegar pela parte direita).

Lá da pra ter uma visão legal do poço.

Cachoeira Feiticeira
From Ilha Grande - Parte I

Apesar do tempo chuvoso, a temperatura da água estava bem agradável (não estava tão gelado assim). Depois de umas meia horinha por ali, eu segui meu caminho, pois ainda queria chegar até Saco do Céu (não sei vocês, mas eu acho esse nome muito engraçado =P)

Eu estava tranquilasso, porque as trilhas estavam bem sinalizadas. Voltando para a trilha original, você tem essa parte do trevo, onde você pode cortar caminho e ir direto lá pra baixo. É onde você encontra esta placa (descendo).


1 lado do trevo confuso (isso é na parte de cima do t trevo)
From Ilha Grande - Parte I

Aqui é onde as coisas ficaram um pouco confusas. Assim que você termina a descida, existe mais uma placa indicativa da cachoeira (ok), porém algumas indicações bem duvidosas e ambíguas referentes a praia (tanto no poste, como escritas menores, na placa).

Na foto abaixo não dá pra ver exatamente, mas não se importe, pois tais indicações não ajudam muito. Existe a palavra praia com setinhas em todas as direções que você imaginar. Além das direções serem confusas, não diz a qual praia estão se referindo!

Bifurcação confusa (ponto no mapa)
Existe m indicações duvidosas por aí
From Ilha Grande - Parte I
Bem, partindo do bom senso, eu segui pelo único snetido que fazia sentido, que era para a esquerda (esquerda de quem acabou de chegar ao fim da descida, no "trevo").

Eu segui por ali tranquilasso, a partir daí trilha sem subidas nem descidas relevantes, apesar de sempre descendo pra chegar as praias. Depois de não muito tempo, cheguei a esta singela , deseeeerta e bonita, apesar do tempo fechado, que eu sabia ser alguma praia intermediária (pois andei pouco desde a cachoeira e lá ainda não podia ser o destino final), porém, com uma surpresa.



Praia da Feiticeira
Extensão : ~40m
Ondas : pequenas

Praia Feiticeira
From Ilha Grande - Parte I

A surpresa era aqui ali era um ponto fim da linha, isto é, era um destino intermediário, mas para continuar na trilha, era preciso voltar.
Mas voltar pra onde? Eu não tinha visto nenhuma bifurcação! Então não entendi onde eu podia ter errado o caminho. Mas tinha que voltar! Porque a única forma era encontrar outro lugar para continuar para Saco do Céu. Eu fui voltando num passo mais lento, pois provavelmente passei batido devido a velocidade com que estava andando. Andei andei e andei de volta, e nada da bifurcação aparecer.

Voltei DE NOVO ao fim da descida da cachoeira e não estava entendendo onde poderia ser o caminho.
Perguntei pra algumas pessoas onde era mas ninguém sabia ao certo, todos estavam mais ou menos na mesma situação que eu.

Como não vi nada por ali, o jeito foi acreditar que a bifurcação se encontrava lá pra cima!

Subi toda a montanha de novo até chegar a placa que mostrei na foto anterior. Outra coisa que me incentivou a subir foram as setinhas no poste duvidoso que estava la embaixo (segunda foto) . Como havia setinhas falando que a praia era para cima, achei que poderia ser isso mesmo.

Chegando na 1a. placa, eu peguei a direção da cachoeira SEM PERCEBER, novamente. Andei e andei e só quase chegando na cachoeira de novo é que percebi que havia errado o caminho.

Aí naquele ponto eu fiquei meio com raiva. Raios? Onde era o caminho?? Estava mal explicado. Voltei novamente ao começo do trevo, desci um pouco e comecei a cogitar que a bifurcação devia ser alguma coisa muito pouco visível! Mas achei estranho que fosse assim, pois toda a trilha até então era muito bem demarcada!

Entrei numa pequena vala a esquerda e comecei a descer, mas não acreditei que a trilha fosse ali, estava muito fechado!

De fato, nada. Só cheguei no leito do rio em um ponto bem dificinho de se chegar. Voltei, subi montanha pela terceira vez pra poder descer novamente pelo lado oficial.

Chegando lá embaixo eu me perguntei onde raios poderia ser. Virei a mesmíssima esquerda (em direção a Praia da Feiticeira) novamente e foi aí que vi 2 pedras com algumas direções (e sim, havia uma outra trilha mais a esquerda ainda). As grandes pedras dão praias para as duas direções, e uma delas é para Saco do Céu. Entáo Saco do Céu é esquerda esquerda....!





Pedra com indicações "mais ou menos".
Pra direita é a Feiticeira e pra esquerda é Camiranga e Saco do Céu
From Ilha Grande - Parte I

Agora que eu estava na trilha certa, eu segui tranquilo, andando pela bela trilha (sempre protegida pelas árvores).

Depois de andar um bocado bom, cheguei a primeira praia que achei que era ela (eu até aí estava achando que Saco do Céu tinha uma praia principal... será que tem? eu não achei).

Esta é a Praia de Camiranga:



Praia de Camiranga
Extensão : ~1km
Ondas : médias
Praia Camiranga
From Ilha Grande - Parte I

Continuando normal, você vai seguindo pelas praias e aí você fica um pouco perdido, porque existem poucas indicações de por onde seguir. Na praia de Camiranga a mulher não soube me informar qual era a praia principal (eu estava acreditando que ela existia. Mito?)

Mas me informou que seguisse adiante, eu fui seguindo seguindo e seguindo.

Segui por mais duas praias, aparentemente sem nome, bonitinhas, mas chatas devido a ter só casas particulares em suas frontes.
Particularmente, me incomoda muito que sejam construídas casas na frente da praia. Apesar que todos os moradores irão te afirmar que a praia não é deles, que são públicas, você se sente intimidado, como se estivesse invadindo terras que não são suas.

Então, mesmo que sejam públicas e em geral as pessoas não barrem a sua entrada na praia (areia + mar) , você se sente peixe fora do mar andando por ali - eu acho que deveria ser proibido!

Seguindo, apesar disso, tranquilamente pelas belas praias, cheguei até uma grande terra particular onde havia essa plaquinha com boa indicação.

Praia ante Saco do Céu
From Ilha Grande - Parte I
Era necessário seguir adiante, mas não até o fim da praia, pois se não você chega em um novo fim da linha (note como as pegadas entram em uma trilha já quase no saco do céu).


Praia ante saco do céu
From Ilha Grande - Parte I
Esta parte da trilha é muito pouco sinalizada. A entrada das pegadinhas pra dentro da trilha (como mostrou a placa a cima) não tem indicações, então fique de olho, e entre logo quando for possível. Vai haver uma trilhazinha entre casas seguindo para dentro, fugindo desse fim da linha que eu cito.

Ess fim da linha é mostrado abaixo. A praia vai rareando até virar mato. Essa foto está virada para a terra do Saco do Céu.

Eu segui uns bons 2km pra dentro da trilha, mas não estava chegando a absolutamente a lugar nenhum, então como meu tempo estava se esgotando (se não o sol caia e eu estava sem lanterna!) eu acabei voltando sem chegar aos ditos restaurantes que todos diziam existir (pra mim isso ficou como mito....)

infelizmente aqui não mostramos o que deve ser o Saco do Céu exatamente. Pra nós ficou como uma região meio sem graça. Eu não vi nada de muito legal e mesmo as praias tem esse problema das casas particulares intimidadoras que comentei, além de não serem praias tão grandiosas assim. São bonitinhas, mas nada demais.

Seguindo pela trilha, apesar de eu não ter tirado foto, você vê muitas casas por ali, eu não sei se chega a ser uma vila, mas tem bastante gente. Ali por dentro as casas são mais humildes por todos os lugares. Você também passa em frente a muitos mangues, isso eu já estava margeando a região de Saco do Céu, mas ainda um pouco longe dos restaurantes (tem que andar mais de 30 minutos pra chegar nos restaurantes).

Uma ponta do Saco do Céu (aqui eu ja tinha passado o ponto pra entrar na trilha)
From Ilha Grande - Parte I
Um pouco desanimado por não ter conseguido chegar a um ponto legal do Saco do Céu, eu comecei a voltar, num ritmo bem mais forte, porque agora ao menos eu sabia exatamente por onde ia ir. Voltei muito rápido até o trevo da Cachoeira da Feiticeira. Quando cheguei ali, naquele poste com as direções ambiguas e duvidosas, eu segui pela direção que ainda não tinha ido. Era a trilha velha. Indo por ela, você não precisa subir tudo novamente até a cachoeir par adepois descer. Pela trilha velha (na volta) você sobe menos.

Por alguma razão eu não marquei esse pequeno trecho da trilha velha no meu gps, mas não é difícil, é assim:

-chegou no ponto "Bifurcação duvidosa" (ver mapa), ao invés de subir para a Cachoeira Feiticeira (de onde você veio) siga reto (direto).

A trilha é tranquila e você corta caminho, indo direto para o ponto "Placa - Bifurcação".

mas vale a pena voltar por ela pois corta-se caminho (a menos que você queira passar pela Cachoeira Feiticeira na volta).

Voltei tudo bem rápido apesar de todo o lamaçal e vi muuuuita gente voltando da trilha (provavelmente da cachoeira) com marcas estratosféricas de lama na bunda - foi difícil ver alguém que não tivesse caído naquela trilha! hehehe. É bem escorregadia na volta, se estiver molhada (como estava).

Desci num ritmo bem rápido, apesar dessa escorregação e cheguei até o aqueduto. Ainda eram 17h, dava pra passear um pouco mais. Com isso, eu prestei mais atenção e vi que no começo eu tinha passado uma bifurcação que levava para as Ruínas de Lazzareto, que até então, eu ignorava totalmente.



Ruínas de Lazzareto

As ruínas de Lazzareto são as ruínas de uma edificação construída ao lado da chamada Praia Preta (fica bem próximo a Vila Abraão). Essa edificação foi, inicialmente, um hospital (entre 1886 e 1913) e foi um presídio de 1940 a 1954. Não é permitido entrar lá dentro (a placa diz que há riscos de desmoronamento) mas dá pra ver pelas janelinhas, pra ver como ele era.

A parte frontal das ruínas estão quase que completamente cobertas pela vegetação. A visita dessas ruínas é bem interessante, ainda mais por quem se interessa por história.

Falando em história, a Ilha Grande, além de ser um local limpo, bonito e cheio de atrativos, tem seu espaço na história do Brasil de, ppelo menos desde 1591.

(alguns dos dados históricos acima foram coletados de alguns sites encontrados no google:

http://www.ilhagrande.com.br
http://ilhagrande.org



From Ilha Grande - Parte I




From Ilha Grande - Parte I

Ao lado das ruínas está a Praia Preta, que é uma praia pequenina, boa para banho, onde deságua um rio, esse o responsável por carregar os sedimentos que formam a cor da areia e dão nome a ela. Por essa trilha, que percorre as ruínas, a praia e alguns mirantes bonitinhos, você encontra placas informativas como a abaixo, o que dá uma agradável sensação de se estar passeando por um parque cuidado. Tomara que assim continue!



Praia Preta
Extensão : ~50 + 50m
Ondas : pequenas

A foto acima não é exatamente a Praia Preta (ela é mais bonita).
Só que eu não tirei fotos dela, esqueci.
Esse pedaço da foto é a fronte das Ruinas de Lazzareto.
From Ilha Grande - Parte I


From Ilha Grande - Parte I

Após ler as plaquinhas e passear pela Praia Preta, voltei tranquilo para a Vila.
Tomei um belo d'um banho (água fria! chuveiro quebrado no hostel :( ) , fui pra noite da vila, só pra ver como era. Sair sozinho é meio chato, mas fui só ver como estava , e estava bem cheia!

Mas dormi cedo (umas 23h) pra ir tranquilo no outro dia, para Lopes Mendes, a dita!



Dia 2 - Lopes Mendes


Acordei as 7:30 pra tomar o café as 8h e conseguir curtir o máximo possível do passeio.
Tomei aquele café no hostel e peguei a ilha para o outro lado (contrário a Cachoeira Feiticeira).

A trilha se inicia na praia de Abrãao, segue-se para a esquerda. De cara, você molha os pés num pequeno rio que desemboca no mar, relativamente grandinho e depois segue-se até o fim da praia.

Lá, a trilha de fato se inicia, em cima de dois hostels, um deles, bem famoso de lá: O Che Lagarto.

Eu achei aquele ponto específico meio feinho, porque parece um bequinho. Entrada feinha para entrar no Hostel. No entanto, é um dos hosteis mais cotados da ilha (parece bom mesmo).

Nessa trilhazinha você logo já chega a Praia de Abraãozinho, que fica bem próxima a vila Abraão.

Como não tem nada demais, logo segue-se pela trilha em direção a : cima.

Inicio da trilha para Lopes Mendes
Ela começa feinha, mas é só o comecinho mesmo.
From Ilha Grande - Parte I

Sobe-se sobe-se e sobe-se. A subida é cansativa pois é constante. Ao menos a trilha é coberta pelas árvores, o que protege do sol, mesmo assim, dá pra cansar bastante. Depois de muita subida, tem-se uma bela visão de um pouco do mar que encoberta a ilha:


Depois de subir a montanha. Ouvi o rugido bizarro aqui
From Ilha Grande - Parte I

Quando eu estava no topo dessa trilha, aconteceu algo inusitado -está aí uma das coisas que você repara mais quando está fazendo uma viagem sozinho - os sons.

Eu comecei a ouvir um som bem distante, mas aparentemente forte, do que parecia ser um rugido. Na verdade, não dava pra dizer exatamente um rugido porque ainda estava longe, então deixei pra lá e continuei viagem.

Um pouco depois, prossegue uma descida pesadinha (pesa pros joelhos) até se chegar a Enseada das Palmas. A maior parte da trilha é essa mesmo, tanto que esse é um dos destinos de uma das trilhas nomeadas da Ilha Grande.


From Ilha Grande - Parte I



Enseada das Palmas
Extensão : ~600m
Ondas : médias

Enseada das Palmas
From Ilha Grande - Parte I

Durante a caminhada você encontra de surpresa com alguns animais, eu não vi muuuuitos, mas vi alguns (eu não sou o melhor dos caras pra perceber detalhes , só quando fica na cara mesmo). Um dos que vi foi um esquilo:

Esquilo
From Ilha Grande - Parte I

Depois de Enseada das Palmas eu subestimei um pouco a trilha, achei que ja tinha chegado, mas ainda faltava um pouco. Ainda tive que andar mais cerca de 1,3km até a próxima praia que NÃO é a Lopes Mendes.

Eu cheguei lá CRENTE que era, olhei aquela prainha minúscula e falei:

"Peraí, ISSO AQUI É Lopes Mendes???" 
eu quase xinguei o universo. Não é porque essa praiazinha pós Enseada das Palmas seja feia, mas é porque ela não seria a realidade sobre a expectativa que eu tinha. Eu até me sentei, chegando lá, e, por desencargo, perguntei a uma velhinha que passava por ali (provavelmente moradora de uma das casas que ficava na orla) se ali era Lopes Mendes mesmo. Ela apenas apontou para o fim da praia e disse: "siga por ali!"

Uai! Eu tinha subestimado mesmo! Ainda faltava pra chegar lá! Eu tinha atrasado meus passos subestimando a trilha! Ainda faltava 1km . 1 GRANDE quilômetro pela frente. Essa última parte da trilha tem um morrinho bom a ser vencido, o que terminou por desgatar bastante as energias que eu tinha de reserva.

Subi beem rapido mesmo essa parte e desci correndo ,porque queria chgar rápido no destino final (estava ficando tarde!)


Já no fim da descida, encontrei uns macaquinhos pelo caminho! 

From Ilha Grande - Parte I


From Ilha Grande - Parte I


From Ilha Grande - Parte I
E aí então, depois de uma bela de uma caminhada, eis que chega-se a deserta:




Praia Lopes Mendes
Extensão : 2,5km
Ondas : Médias / Grandes
Largura : ~30m
Lopes Mendes
From Ilha Grande - Parte I
A Lopes Mendes impacta de chegada mesmo. É porque ela é grande. Ela tem 2,41km de extensão, e uma largura (da beira, até o mar) de, cerca de, 30m (estimativa) , o que é uma senhora largura.

Além disso tem uma areia muito branca e fininha que , você vai perceber, faz aquele barulhinho fininho tipico de areia fina ao pisar (barulho só não legal pra quem tem gastura, heheheheh).

Pra completar, a água é a das mais limpas da Ilha. Isenta de muita gente , isenta de bares e barraquinhas, a água é cristalina ali. Muito gelada, mas cristalina.

Como o dia não estava tão ensolarado assim, eu peguei um cantinho extremamente isolado pra mim, o que dá uma sensação única.

A primeira foto acima mostra os mangues que ficam na beira da praia (nada de casas por aqui!), o que é , também, muito peculiar. A praia é cercada por árvores no estilo mangue, por toda sua extensão. Barcos são proibidos aqui, assim como casas ou comércios. O máximo que você acha são nativos que estão ali com um isopor , te vendendo uma coca-cola a R$5,00 (tive que tomar) e um côco a, imagino, no mínimo R$8,00 (nem quis perguntar).

Provavelmente a bebida mais cara de toda a ilha.

From Ilha Grande - Parte I

Isso aí são só os 300m inicias da Lopes!
Lopes Mendes
From Ilha Grande - Parte I









Lopes Mendes
From Ilha Grande - Parte I




Lopes Mendes
From Ilha Grande - Parte I




Lopes Mendes
From Ilha Grande - Parte I


Não sei se dá pra ver, mas láaaaa no fundo da poto tem um ponto MINUSCULO. é uma pessoa. (dá a dimensão do tamanho da praia). ela é muito grande

Lopes Mendes
From Ilha Grande - Parte I

Olha as pessoinhas lá no fundo
Lopes Mendes
From Ilha Grande - Parte I

Eu deitei pra descansar um pouco, sem dormir, mas dormi. Muito bom dormir em tal praia, com paz total!
Depois não me demorei muito, porque como eu não tinha marcado taxi-boat nenhum e não sabia muito bem de onde ele saiam, eu sai da praia umas 14h pra conseguir voltar ainda com luz do sol.

Na volta eu vi que na praia dos Mangues (a mais próxima da Lopes Mendes) tem taxi-boats por lá.. mas não é garantido que vai ter. Se você for fazer a volta por barco, marque antes de sair de Abraão, pra evitar problemas.

Na volta, tomei 1 susto quando estava saindo da praia Enseada das Palmas. QUando fui pegar a trilha, me saiu 2 siris (um casal) BEM GRANDES de trás de uma pedra. Eles eram AZUIS. completamente azuis. Eu não consegui tirar uma foto a tempo, uma pena! Pois quando me viram, sairam em disparada. Deposi que contei pra alguns amigos de que eram azuis, todos trucaram, e eu fiquei imaginando se eu tinha visto a cor errada mesmo. Mas pesquise no google, que você vai achar uma foto ou outra.

Fato foi que fiquei vislumbrado - as vezes a gente se depara com animais que nunca viu na vida. Muito legal!


O Rugido:
Não, eu não deixei essa história pela metade. Ainda na ida, quando eu estava quase chegando em Enseada das Palmas, eu ouvi o tal rugido bizarro MUITO mais alto do que la de cima, e achei muito estranho mesmo. Só que chegando na praia, o rugido já não ocorria mais. Eu falhei em não ter gravado esse rugido quando ele parecia mais próximo.

Mas na volta, lá em cima de novo, dava pra ouvir ele bem também. Olhe o vídeo. Alguém sabe o que é?

Saímos assim da Ilha Grande, conhecendo um pouquinho, mas deixando aidna vários mistérios para trás. Esperamos que a continuação desse post não demore muito! 

Abraços cachoeirísticos e praísticos ;)

Vida grande à Ilha Grande!

4 comentários:

Rafael disse...

Opa Diego, tudo tranquilo? Acompanho sempre o blog. O barulho que você escutou provavelmente era um Bugio. Tem muito desse macaco na ilha.

Foi uma pena você ter ido na Feiticeira num dia chuvoso... a água cristalina faz toda diferença!

Fica a dica de fazer uma visita ao lado de fora da ilha... Aventureiro, Parnaioca, Dois Rios. É muito bacana e bem menos habitado... você pensou bem perto de uma prainha que também é bem bacana, chamada Santo Antônio. Na descida para Lopes Mendes existe uma bifurcação. Seguindo à direita você chega nela. É uma caminhada curta, mas ou menos a mesma distância da descida até Lopes Mendes.

Parabéns pelo Blog!

Abraço!

Diego Bigliani Solamito disse...

Rafael, legal ter uma resposta pra esse rugido! O barulho é meio assustador! quando o ouvi, imaginei que era um animal MUITO grande. (e pelo jeito, o barulho é maior que o animal, ne? pelo pesquisei aqui, hehe)

Obrigado pela resposta!

Com certeza... queria muito que tivesse feito sol nos 2 dias, mas não dei essa sorte.

Ainda assim, o passeio foi fenomenal, o que prova que o lugar é mágico!

Obrigado também pelas dicas de próximos passeios.
Com certeza ainda falamos pouco dessa ilha mágica! Ainda vamos postar mais!

Brigado pelo seu apoio e "audiência!"

Abraços

Anônimo disse...

Excelente post, sou fan do seu blog..
Este ja eh meu segundo roteiro (o primeiro foi itambe, cachoeiras + travessia da caverna da baixada das crioulas) tomando como referencias seus relatos.
Obrigado!

Este pacote de volta para o rio de janeiro ao qual se refere, seria o tal 'Speed Connection'?
Voce tem ideia de quanto tempo gastou e de qual o tempo gasto por onibus convencionais?

Estou tentando estimar um horario para compra da passagem aerea de voltar a Belo Horizonte.

Um abraco!

Diego Bigliani Solamito disse...

Olá Anonimo,

perdão pela demora em responder..
Não temos esses detalhes (já faz tempo a viagem...)
mas na próxima vamos atentar mais para detalhar isso mais!

abraço!

Os Caçadores de Cachoeiras

Os Caçadores de Cachoeiras