Páginas

sábado, 25 de junho de 2011

Cachoeiras de Lima Duarte

Post dedicado a cachoeiras próximas a cidade de Lima Duarte (próximo de Ibitipoca).

Lima Duarte é uma cidade pacata com um bom complexo de cachoeiras meio esquecidas e, talvez , abafadas pelo grandioso Parque Estadual de Ibitipoca, que fica bem próximo a cidade. A maioria das cachoeira possui uma estrutura simples e em alguns é no estilo mais "popular" - vamos dizer, farofa.


Atrações:
       (em ordem - sugestão)


Sugeirmos 1 dia pra conhecer as cachoeiras de Lima Duarte, na seguinte ordem:

  • Cachoeira Arco Íris
  • Cachoeira Arco Íris de cima
  • Cachoeira da Garganta
  • Cachoeira Cachoeira do Y
  • Cachoeira do Sossego
  • Cachoeira dos Coelhos

Ps: As melhores delas, na nossa opinião: Cachoeira do Arco Íris e Cachoeira da Garganta.


Logística:
As cachoeira Arco Íris (de baixo e de cima), da Garganta e Y ficam próximas entre si - recomendamos conhecê-las primeiro. Lá você pode visitá-las com cerca de 4 horas, curtindo cada uma delas.

De lá, aconselhamos a do Sossego pra finalizar o dia, com o bar do local mas, se der tempo, passe també na Cachoeira dos Coelhos, menor, mas com um poço melhor para finalizar o dia. Essas duas cachoeiras são
mais simples, no estilo "churrascão" do que aventura - são sem trilha.

Fica a cerca de 17km do Centro de Lima Duarte.



Complexo do Arco Íris
Nível: Fácil

Cachoeiras : 4.
Distância do centro de Lima Duarte : 17km
Preço : R5,00 + gasolina + comida.






Direções:

  • Tendo o centro de Visitantes como referência, siga pela rua em direção ao famoso Posto Ipiranga que fica ao lado da BR. 
  • Chegando na BR vire a direita, em direção a Juiz de Fora, e fique na BR por cerca de 9,5km. (você vai passar pela entrada da Cachoeira do Sossego). 
  • A entrada para a estrada de terra fica a esquerda.
  • Depois de cerca de 8km, existe uma bifurcação em Y traiçoeira, e até o momento da nossa viagem, sem sinalização. Pegue a esquerda.
  • Mais 4,5km, vê se uma ponte e uma placa indicando o caminho (siga reto, não vire à direita).
  • 1km a frente, encontra-se o estacionamento.


Estrada de Terra:
16km de ida, em estado médio de conservação. Possui uma subida constante com 300m de nivelação. 
A sinalização na estrada de terra não é boa, mas também ha apenas 2 bifurcações que podem confundir. Se encontrar bifurcações menores, sempre prefira a estrada maior e principal.

Estrutura:
É simples e tranquila. Possui um bom espaço para estacionamento, que é cuidado por um simples barzinho pequeno que fica ao lado dele.

O barzinho oferece apenas pequenos lanches e bebidas. Acho que tem almoço, mas em horários específicos (nós pedimos no horario final lá, onde não era servido mais... umas 19h). <---- Também né , hehehehe

Cachoeira Arco Íris
Não é preciso enfrentar nenhuma trilha para chegar a Cachoeira Arco Íris de baixo. Ela está praticamente colada ao barzinho. Basta andar alguns poucos metros pra chegar até sua base.




Placa, a 1km do barzinho.



Estacionamento  grande, note a cachoeira ao fundo
O barzinho fica a esquerda, depois dos carros.


Tirada do lado do estacionamento (carros ficaram bem a esquerda. 
A casa da foto é o barzinho.
Note que há espaço para camping. Havia algumas
Ficha:
Nome : Arco Íris
Altura: ~40m (modo de medição: proporção por foto).
Possível ficar embaixo da queda? Sim.
Possível alcançar o topo da queda? : Sim.
Tipo de queda: Livre
Breve descrição:
É uma cachoeira bem bonita com uma altura considerável. Está bem cercada muitas árvores e dá pra subir ao seu topo pela direita. O poço é bem raso, não dá pra nadar nele e tem bastantes pedras.


Cachoeira Arco Íris debaixo

A queda dói um pouco, se você ficar bem embaixo dela, mas dá pra ficar legal. Tem algumas pedras pra curtir a queda bem de perto.

Paredão verde do lado esquerdo.


Muito verde cercando a cachoeira

A Cachoeira Arco Íris, apesar de ser a maior do complexo e mais fácil de ser alcançada, é a que, sugiro, gastar menos tempo, bem, pelo menos em meu caso, que gosto quando tem uma trilha e um poço legal envolvido pra se nadar. Fique uns 40 minutos na Arco Íris e volte em direção ao bar.

Existe uma entradinha com placa indicativa para a trilha , que leva em direção às próximas cachoeiras.
Sobe-se um morro até o reencontro de, na verdade, uma estrada de terra.

A foto abaixo foi tirada já depois da subida do morro, olhando de volta para o bar (fica mais pra esquerda). Note a estrada de terra por onde você chegou, e que ela continua subindo até as próximas cachoeiras (dá pra ir de carro, ao que parece).




Vista a cima, da Cachoeira Arco ìris 1.

Cachoeira Arco Íris 2
Nós passamos direto pela entrada para a Cachoeira Arco Íris de cima. Não vimos nenhuma entrada pra ela. Quando vimos a queda da foto abaixo, achavamos que se tratava da Arco Íris 1, mas não, já era a 2! Ja tinhamos subido as duas juntas sem nem perceber. Como nosso tempo estava curto nesse dia, não deu pra voltar e ver onde podia ser a entrada. Só vimos ela assim,de cima mesmo.


Cachoeira Arco Íris de cima, no topo


Este é o poço da Arco Íris 2. Foi só quando vimos este poço que tivemos certeza que já estávamos acima dela. (antes tinhamos certeza absoluta que se tratava da aprte de baixo ainda!)



O poço é até parecido, mas em formato de V.

Poço da Cachoeir Arco Íris 2, visto de cima


Aqui já estamos olhando em direção as outras cachoeiras. A trilha se transforma na estrada, na verdade. É só segui-la! Foram 300 metros de subida lá de baixo, e mais cerca de 1,5km de caminhada até a próxima cachoeira.

Não há nenhuma dificuldade na trilha e está bem sinalizada. 

Caminho para as outras cachoeira do complexo

Foto tirada no "V" da trilha. A estrada faz uma curva, devido a montanha, aqui já quase chegando no fim da estrada e inicio da pequena trilha, fim do caminho até a Garganta.


V da estrada, em direção a Cachoeira Garganta.
Depois do V, fique de olho a sua esquerda, onde começa a pequena trilha até a Cachoeira Garganta.


Plaquinha no meio da estrada-trilha  para ir para as duas cachoeiras:
Garganta e Y


A caminhada de trilha-de-verdade até a Cachoeira da Garganta é rápida e sem surpresas. Basicamente sai-se da tangente da estrada pra cair direto na Cachoeira.


Cachoeira Garganta
Altura: ~5m (modo de medição: proporção por foto).
Possível ficar debaixo da queda: Sim.
Possível chegar ao topo da queda : Não - que conheçamos.
Tipo de queda: Livre
Breve descrição:
É daquelas cachoeiras que surprendem pela simplicidade mas por serem legais. Bate menos sol aqui, pois ela fica mais escondidinha no meio do mato e é baixa.

É pequena, mas possui um poço arenoso agradável pra se gastar um tempinho. Das 4 cachoeiras do complexo, está é a com o poço mais agradável. Por ser mais escondida, deve ter menos gente por aqui também.




Cachoeira da Garganta - de frente


Formação do rio que a cachoeira faz - 
bem escondidinho e singelo.


Visão da formação da queda - acima.

Poço:
Dimensões do poço (C x L x P) - 6m x 8m x 1,6m
Solo do poço: Arenoso - poucas pedras e agradável.
Nadabilidade : Boa. Poço tamanho pequeno, mas agradável.
Breve descrição : bom de entrar, sem pedras, afundamento gradativo do poço até chegada a queda. Agradável ficar debaixo da queda. A cachoeira oferece um lugarzinho razoável pra ficar curtindo a queda.
De fato por não ter sol batendo não te faz vontade de ficar muuuito tempo, mas no minimo 1 hora é legal.


Perfil da queda


Visão grande da queda e poço.

Achamos um cipozinho ali do lado que deu pra divertir um bocado.
Deu pra alguns levarem algumas costadas na pedra boa também =D! Cuidado

Cipó - diversão extra escondida


Depois de ficar 1h na Cachoeira da Garganta, é preciso voltar até quase a estrada, na bifurcação que há na trilha-de-verdade. Não se preocupa, tem uma placa bem visível mostrando essa bifurcação. Nós fomos para essa cachoeira bem no finzinho da tarde quase sem sol

Deve-se andar cerca de 600m até chegar à Cachoeira do Y, que eu achei a mais bonita em termos de queda, mas menos atrativa por ser a mais inóspita das 4 visitadas.

Cachoeira do Y
Desneecssário dizer porque ela se chama assim.
Ela é alta, mas não mais do que a Cachoeira do Arco Íris, e não possui poço, além de ser bem complicado chegar até a sua queda, e encostar nela. Tem jeito, mas com pedras muito escorregadias até lá.

Mas dá pra chegar bem perto, facilmente.

Altura: 15m
Possível alcançar a queda: Sim, mas com dificuldade.
Possível chegar ao topo da queda : Não, que conheçamos.
Tipo : Queda livre.
Ficabilidade no local : Baixa. Não tem lugares para acomodação e não tem poço.
Breve descrição:
A queda é bonita, mas não oferece muito mais do que isso. Então você tira algumas fotos e se vai.. O final de sua trilha é meio "perdida", off-road, mas sem dificuldades. Apenas um pouco de mato. Ao chegar a ela, a imposição da queda é boa. Fica-se a uns 6 metros da queda.

Pra chegar mais perto, só descendo uma pedra escorregadia e seguindo com bastante cuidado até ela. (eu não cheguei).


Cachoeira do Y


Não há poço


Vista da formação da Queda
Aqui, só um efeito pra sair bem na foto :)
Na volta, voltamos sem sol, usando lanterna. E o começo da volta é um pouco "perditivo". O Heitor acabou indo na frente e eu e Wiliam, pra trás, acabamos nos perdendo , MESMO COM GPS.

Também pudera, depois de mais de 1 ano utilizando o GPS, fui descobrir que tinha escolhido uma função de atualização de posição apenas de 30 em 30 metros. O que, para casos pontuais, onde deve-se avaliar o GPS passo a passo 10 metros já fazem MUITA diferença. 

Meio no desespero, algumas formigas começaram a nos atacar e saimos correndo, guiados pela voz do Heitor que estava no caminho certo, heuah. Uma pequena tensão no fim do passeio pra dar emoção :)





Cachoeira do Sossego
Nível: Facílimo

Cachoeiras : 2 (1 queda e 1 cachoeira maior).
Preço : R5,00 + gasolina + comida.


A Cachoeira do Sossego fica mais próximo do centro de Lima Duarte do que o Complexo do Arco Íris. Para chegar lá, o começo da estrada é igual o Complexo.

  • A partir do Posto Ipiranga, vire à direita em direção a Juiz de Fora.
  • Na BR, percorra cerca de 2,5km. Fique atento a partir daí, para a entrada a esquerda, na estrada de terra.
  • Prossiga reto, na estrada por apenas mais 2km até chegar a Cachoeira

Estrutura:

A estrutura da Cachoeira do Sossego é a maior entre os 3 roteiros sugeridos neste post. Trata-se de um hotel, com restaurante, lanchonete e estacionamento preparados para atender visitantes avulsos também. Assim como a Cachoeira do Arco Íris, a estrutura fica bem próximo a cachoeira.

Pela facilidade de se chegar a esta cachoeira, ela é uma das que fica mais cheia em fins de semana e feriados.

O hotel oferece algumas mesas para se ficar, perto da cachoeira. O preço da entrada avulsa é de R$5,00.



Estacionamento, hotel e cachoeira bem próximos.
From Cachoeiras de Lima Duarte

Cachoeira do Sossego

A Cachoeira do Sossego é formada por duas quedas principais. A mais baixa delas, do lado das mesas onde se fica é de cerca de 4 metros, com um pequeno poço de 2m x 5m com pequena profundidade. Somente esta queda possui poço ( a queda maior não tem poço).

Não achei o poço chamativo e nem muito agradável de se ficar - acredito que por duas razões : ele estava bastante barrento (não sei se é sempre assim) e também porque havia muita gente - um pouco farofado.


Quedinha debaixo da cahoeira
From Cachoeiras de Lima Duarte





Cachoeira do Sossego - Principal

Acho que a atração mais legal é a queda de cima, apesar de ela não ter poço.
É muito fácil chegar até ela, não oferece nenhuma dificuldade lá debaixo até aqui. A hotel proporcionou escadinhas e varandas pra ficar fácil chegar até lá.

A queda é bem alta e proporciona ficabilidade debaixo da queda muito boa.


Cachoeira do Sossego - Principal
From Cachoeiras de Lima Duarte


Vista  do meio da queda debaixo, olhando para a queda de cima
From Cachoeiras de Lima Duarte


Pedras da Cachoeira do Sossego
From Cachoeiras de Lima Duarte

Ficha:
Altura : ~30m (modo de medição : estimativa - olhômetro)
Possível alcançar a queda : Sim.
Possível alcançar o topo:  Não conhecida.
Tipo : Queda livre.
Ficabilidade no local : Média. Possui uma estrutura razoável, mas você não fica perto da queda, e a cachoeira não tem poços excelentes. O preço, no entanto é condizente.
Breve descrição: Cachoeira de médio porte, com uma queda de respeito.
Não oferece lugar pra se ficar. É melhor deixar a coisas lá embaixo, nas mesas, pra vim tomar um banho nela.
O banho nela (ficar debaixo da queda) é bem agradável, com o ponto negativo de não possuir poço.


Visão da queda
From Cachoeiras de Lima Duarte


Pegando um pouco mais de frente
From Cachoeiras de Lima Duarte


Se ainda te sobrar tempo, você pode ir para a Cachoeira dos Coelhos, que, no jeitão geral, é bem parecida a Cachoeira do Sossego. Uma cachoeira com um bar ao lado, fácil acesso, pra descansar um pouco.



Cachoeira dos Coelhos
Nível: Fácilimo

Cachoeiras : 1.
Preço : R5,00 + gasolina + comida.



Como chegar:

  • A partir do Posto Ipiranga pegar a BR em direção a Belo Horizonte.
  • Siga na BR por aproximadamente 7km (talvez um pouquinho menos). Fique atento.
  • Entre na estrada de de terra à direita. Há uma placa indicativa "Cachoeira".
  • Mais um 1km e você chegou.


Placa indicativa para a cachoeira.
From Cachoeiras de Lima Duarte

Nessa cachoeira também existem um bar e um estacionamento bem simples. A entrada é de R$5,00 e não há trilha para a cachoeira. A cachoeira fica ao lado do bar.

Cachoeira dos Coelhos
A cachoeira + poço são bons. Porém, falta um pouco de aconchego próximo a queda. O solo arenoso e grama não são chamativos para curtir muito o local, infelizmente.


Altura: ~5m.
Possível alcançar a queda: Sim, mas não ha apoio para ficar debaixo dela.
Tipo : queda livre, aberta.
Dimensões do poço (C x L x P) - 6m x 8m x 3m.
Ficabilidade no local: Baixa - não possui muita estrutura.
Solo do poço: Barroso, algumas pedras.
Preço da entrada: R$5,00


Cachoeira dos Coelhos - quedinha singela
From Cachoeiras de Lima Duarte


A queda
From Cachoeiras de Lima Duarte


De um modo geral, o passeio à Lima Duarte é agradável, mas como as cachoeiras são de muito fácil acesso, as Cachoeiras podem ficar um pouco cheias em feriados e ficam menos atrativas. No quesito trilhas, é um passeio mais pobre, apenas o Complexo do Arco Íris salvando um pouquinho - mas é uma trilha simples também.

No quesito estrutura, a estrutura é básico mas com preços condizentes - muito barato.

Entre Cachoeira do Sossego e Cachoeira dos Coelhos, preferimos a Cachoeira do Sossego.

Resumo:
Em resumo, sugerimos que você curta as cachoeiras da cidade em 7h fazendo o roteiro (modo macro):

-Cacheira Arco Íris de baixo : 1 hora.
-Trecho Arco Íris de baixo - de cima : 20 minutos.
-Cachoeira Arco Íris de cima : 40 minutos
-Trecho Arco Íris de cima - Garganta : 30 minutos.
-Cachoeira Garganta : 1 hora.
-Trecho Garganta - Y - 30 minutos.
-Cachoeira do Y : 20 minutos.
-Trecho Cachoeira Y  - Cachoeira do Sossego (volta trilha + estrada de carro) : 1h30min
-Cachoeira do Sossego : 1 hora.

Se tiver tempo sobrando, ainda pode passar rapidamente na dos Coelhos.


Mapa:

Visualizar Br.Mg.Lima Duarte em um mapa maior

8 comentários:

Anônimo disse...

vai si fude seu merda vc ñ sabe nada sobre cachoeira a do coelho e uma das melhores tá e fique sabendo que teve reforma e e muito melhor agora.

Diego Bigliani Solamito disse...

Olá anônimo, o post ilustra apenas a nossa opinião a respeito da Cachoeira dos Coelhos. Ela é legal, só não achamos que é das melhores da região (a concorrência é braba!)

Mas , as coisas mudam com o tmepo também. Se tiver fotos e mais informações, nos envie ou poste nos comentários.

Abraço,

airton.soares disse...

Camarada, ótimo trabalho, ótima pesquisa e expedição. Mandaram bem na descrição e indicações dos locais.
Conheci o Arco Iris neste fds, e é realmente muito bom.
Valeu pelas dicas! Otimo Blog

Mateus Nunes Cerqueira disse...

Olá, amigo! muito interessante seu post! Sabe dizer se essas cachoeiras aceitam animais de estimação? Vou para Ibitipoca com minha cadela, mas vi que o Parque estadual não aceita...

Unknown disse...

Excelente Post muito mais excelência na sua resposta ao ignorante ali de cima parabéns pela educação em responder com o máximo de respeito que o infeliz lá não teve irei seguir suas dicas obrigado!

braynner dzaynnar disse...

bom post mostrou bem as cachoeiras de lima duarte,se descer entre a arco iris e santa barbará tem algumas cachoeiras,legaizinhas tambem

gustavo ribeiro disse...

Muito boas as descriçoes,porém nao entendi uma coisa; vc diz q saindo do posto ipirana temos que ir a direita em direçao a jf, mas saindo do posto, jf fica a esquerda na br 267. um abraço.

Daniele Sales disse...

Fui em algumas cachoeiras de Lima Duarte na minha infância quando morei lá.
A cachoeira do coelho era proibida a entrada devido um afogamento que ocorreu, pulava a cerca e nadava lá...
Peguei tanto carrapato uma vez que tomei um coça...
Um dia pretendo voltar lá.
Sempre vou em Ibiti, melhor visual da região

Os Caçadores de Cachoeiras

Os Caçadores de Cachoeiras